Robinho ataca movimento feminista: “às vezes não são nem mulheres”

Em trecho da entrevista para o portal Uol publicada neste sábado (17/10), Robinho disparou contra feministas

O jogador Robinho abriu o jogo sobre a condenação por estupro na Itália. Em outro trecho da entrevista publicada neste sábado (17) no portal Uol, Robinho disparou contra o movimento feminista. O atacante disse também que seu único erro foi ter traído sua esposa.

ROBINHO – Torcedores criticaram o clube nas redes sociais. Jornalistas também se posicionaram e até patrocinadores deixaram o clube – Foto: Divulgação Santos

“Infelizmente, existe esse movimento feminista. Muitas mulheres às vezes não são nem mulheres, para falar o português claro, e se levantam contra. Eu sou casado, se eu sair na rua e uma mulher me chamar de lindo, tem uma conotação. Se eu mexer com você (jornalista) com falta de respeito, é totalmente diferente”, disse o jogador, em um trecho da entrevista.

Robinho teve sua quarta passagem pelo Santos interrompida. O jogador teve seu contrato rescindido após enorme pressão de patrocinadores e da opinião pública depois que o site Globo Esporte divulgou conversas do jogador sobre o ocorrido. O atleta tinha fechado um vínculo de cinco meses com o clube.

+

Futebol Brasileiro