Série B começa com portões fechados e o “novo normal” do futebol

- +
Três catarinenses estarão na Segundona de olho em vagas para a elite 2021, além da chance de título para todos eles, nd+ elucidou o "novo normal" e ainda apontou destaques e favoritos

O Campeonato Brasileiro da Série B começa nesta sexta-feira (7) com dois jogos. Apesar do período de adaptação nos campeonatos estaduais, as equipes precisarão “aprender” a disputar um dos principais campeonatos nacionais sem um elemento essencial no fator “mando de campo”: o torcedor.

Em meio ao cenário pandêmico que mudou o esporte no Brasil e no mundo, os cantos, as bandeiras e os gritos de gol em uníssono dos milhares de torcedores estarão longe dos estádios, sem uma previsão de volta.

A dupla de Florianópolis estreia no sábado (8). O Figueirense vai a Ponta Grossa, no Paraná, encarar o Operário, às 16h. Já o Avaí recebe o Náutico, às 19h. A Chapecoense joga apenas no domingo (9), quando encara o Oeste fora de casa, às 19h.

A equipe do nd+ fez o levantamento do aproveitamento dos clubes em 2020, do restrospecto do mandante em partidas sem público, da situação da pandemia nas quatro regiões do país e onze Estados em que o campeonato estará envolvido, além dos palpites sobre quem sobe e quem cai para a Série C. Clique na região e veja as equipes:

SUL:

Santa Catarina:

A situação da pandemia é grave em Santa Catarina. O Estado registrou 71 mortes pela Covid-19 em um único dia na última quarta-feira (5), foi o maior número desde o início da pandemia. Além disso, até a manhã de quinta (6), sete hospitais estavam com a ocupação de leitos em 100%.

O Campeonato Catarinense foi retomada no dia 8 de julho. Porém, o campeonato acabou suspenso por duas semanas pelo governo do Estado no dia 13, após casos de Covid-19 serem registrados nos jogos da rodada.

A retomada da competição foi marcada pela federação para 27 de julho, com a partida de ida do descenso entre Tubarão e Concórdia, e nos dias 28 e 29 as partidas das quartas de final. Porém, na sexta-feira (24) o governo prorrogou a paralisação até 7 de agosto, voltando atrás da decisão posteriormente.

Estádio da Ressacada, em Florianópolis – Foto: Leandro Boeira/Avaí FC/divulgação

Avaí

O Leão vem de um ano pra lá de turbulento. Já são duas trocas de treinadores no decorrer da temporada.

O português Augusto Inácio começou o ano à frente da equipe, porém durou apenas sete jogos. O substituto, Rodrigo Santana, ficou por pouco mais de cinco meses devido à paralisação do futebol. Porém, durou apenas cinco partidas, sendo demitido após a eliminação do Campeonato Catarinense para a Chapecoense.

O novo treinador é um velho conhecido do torcedor, Geninho tenta seu terceiro acesso pelo Avaí.

Retrospecto no ano: 13 jogos | 5 vitórias | 3 empates | 5 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 1* vitória | 1 empate

* O Avaí enfrentou o Marcílio Dias na 3ª rodada do Campeonato Catarinense sem público. A equipe foi punida pela invasão de campo na final do estadual de 2019.

Time base: Lucas Frigeri; Arnaldo, Rafael Pereira (Betão), Airton e Capa; Ralf, Wesley e Bruno Silva; Valdívia, Rildo e Daniel Amorim (Jonathan).

Destaque: Apesar do “sumiço” nos duelos contra a Chape, o meia Valdívia é ainda a cabeça mais pensante do elenco. Destoou dos demais companheiros nas eliminações e é o líder em assistências da equipe na temporada: 4.

Valdívia, meia e destaque do Avaí na temporada – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Palpite do nd+: Ainda que não justifique, tem elenco e experiência para brigar pelo título.

Partida de estreia: Avaí x Náutico – Ressacada, Florianópolis, 8/8, às 19h

Palco dos jogos da Chapecoense, Arena Condá segue vazia com a paralisação do futebol – Foto: Márcio Cunha/ACF

Chapecoense

A Chapecoense vive “momentos de paz” em 2020. Após um início de ano turbulento, sem vitórias e com a queda de Hemerson Maria no comando técnico, o Verdão se acertou com Umberto Louzer e emplacou bons resultados.

A equipe despachou o favorito Avaí nas quartas de final do estadual, o Criciúma na semi e agora faz a final contra o Brusque.

Retrospecto no ano: 15 jogos | 5 vitórias | 6 empates | 4 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 2 vitórias

Time base: João Ricardo; Ezequiel, Joílson, Luiz Otávio e Alan Ruschel; Guedes, Anderson Leite e Denner; Matheus Ribeiro, Aylon e Paulinho Moccelin.

Destaque: sem um nome unânime, a Chape tem na sua defesa o seu trunfo para encarar esse brasileiro.

Palpite do nd+: Briga por uma das vagas no G4

Partida de estreia: Oeste x Chapecoense- Arena Barueri, 9/8, às 11h

Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis – Foto: Patrick Floriani/FFC

Figueirense

Se o ano parecia “tranquilo”, o torcedor voltou a ficar com um “pé atrás” com o Figueirense após a eliminação diante do Juventus no Campeonato Catarinense.

Apesar da derrota por 4 a 1 e das reclamações dos torcedores, o Furacão deve manter o técnico Márcio Coelho para a competição nacional.

Retrospecto no ano: 14 jogos | 8 vitórias | 3 empates | 3 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 derrota

Time base: Sidão; Lucas, Alemão, Rony e Sanchez; Arouca, Patrick, Guilherme e Marquinho; Diego Gonçalves e Pedro Lucas.

Destaque: Diego Gonçalves talvez seja a grande surpresa do Figueirense nessa temporada; time aposta ainda na liderança do zagueiro Alemão.

Diego Gonçalves (de joelhos) comemora gol pelo Figueirense – Foto: Patrick Floriani/FFC

Palpite do nd+: briga por uma vaga no G4

Partida de estreia: Operário x Figueirense – Germano Krüger, 8/8, às 16h

Paraná:

Ao lado do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o Paraná é o estado que complementa a região Sul do País e que, no último mês, contabilizou a maior alta em comparação com as outras regiões.

Conforme números divulgados na noite desta quinta-feira (6), são 86.303 casos com 2,2 mil mortes.

O campeonato estadual, que voltou em 15 de julho, foi encerrado nessa última quarta-feira com o Athlético-PR sagrando-se o grande campeão, mais uma vez.

Vila Capanema, em Curitiba – Foto: Rodrigo Sanches/Paraná

Paraná Clube

O Paraná foi eliminado nas quartas de final do Campeonato Parananese pelo Coritiba. A equipe perdeu as duas partidas (2 a 1 e 1 a 0).

Retrospecto no ano: 16 jogos | 5 vitórias | 4 empates | 7 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 derrota

Destaque: Olho no meia-atacante Gustavo Mosquito, ex-Corinthians.

Gustavo Mosquito em ação pelo Paraná Clube – Foto: “Rodrigo Sanches/Paraná Clube

Palpite do nd+: com graves problemas financeiros e estruturais, o Paraná Clube luta para se manter na Série B.

Partida de estreia: Confiança x Paraná – Batistão, 7/8, às 21h30

Estádio Germano Krüger em Ponta Grossa, no Paraná – Foto: José Tramontin/OFEC

Operário

A equipe de Ponta Grossa vai para seu segundo ano consecutivo na Série B. No Campeonato Paranaense foi eliminado pelo Cianorte após vencer o jogo de ida por 1 a 0, e perder o jogo de volta por 2 a 0.

Retrospecto no ano: 15 jogos | 8 vitórias | 2 empates | 5 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 derrota

Destaque: Além do técnico Gérson Gusmão, o mais longevo entre os treinadores da Série B, o meia Pedro Ken e o atacante Douglas Coutinho são as lideranças técnicas da equipe.

Lembra dele? Volante/meia Pedro Ken é um dos destaques do Fantasma – Foto: Divulgação/Operário-PR

Palpite do nd+: Campanha para se manter no meio da tabela e, se tudo der certo, beliscar uma vaga no G4.

Partida de estreia: Operário x Figueirense – Germano Krüger, 8/8, às 16h

Rio Grande do Sul:

No “embalo” do trio sulista, o Rio Grande não poderia ser diferente: ascensão de casos em todo o território gaúcho. Entre a quarta e quinta-feira, 68 novos óbitos foram contabilizados em função da Covid-19. O Estado soma mais de 76 mil casos da doença e tem 2.231 mortes.

O campeonato estadual, que ainda não foi finalizado, vive o impasse do inchaço do calendário. Grêmio e Caxias fazem a final que, segundo a FGF (Federação Gaúcha de Futebol), pode ser em partida única, como pode ser em dois jogos – como previa o regulamento.

Estádio Bento Freitas, em Pelotas – Foto: Gustavo Pereira/Brasil de Pelotas

Brasil de Pelotas

A equipe não se classificou para os mata-matas do primeiro e segundo turno do Campeonato Gaúcho, ficando em sexto e quinto lugar, respectivamente.

Retrospecto no ano: 14 jogos | 4 vitórias | 3 empates | 7 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 derrota

Destaque: atacante Guilherme Dellatorre revelado pelo Internacional e com passagem pelo Athlético-PR.

Dellatorre durante treino do Brasil de Pelotas – Foto: Carlos Insaurriaga/Brasil-RS

Palpite do nd+: Sem seu principal trunfo, o torcedor xavante, meta do Brasil em 2020 deve ser brigar para não cair à Série C.

Partida de estreia: Cuiabá x Brasil de Pelotas – Arena Pantanal, 7/8, às 19h15

Estádio Alfredo Jaconi, casa do Juventude – Foto: Juventude/Divulgação

Juventude

A equipe também não se classificou para os mata-matas do Campeonato Gaúcho, ficando em terceiro lugar nos dois turnos.

Retrospecto no ano: 14 jogos | 3 vitórias | 6 empates | 5 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 1 vitória | 1 derrota

Destaque: experiente meia Renato Cajá deve ser o maestro do Papo nesta Série B.

Renato Cajá deve ser o “maestro” do Juventude – Foto: Divulgação/ND

Palpite do nd+: Recém-chegado da Série C, Juventude entra com a missão de se manter entre os 20 da Segundona.

Partida de estreia: Juventude x CRB – Alfredo Jaconi, 8/8, às 11h

NORDESTE:

Sergipe:

O Estado de Sergipe registrou 62.844 casos confirmados de coronavírus e 1.537 mortes decorrentes da Covid-19, conforme os dados disponíveis pelo Ministério da Saúde, na última quinta-feira (6).

O Campeonato Sergipano retornou no dia 25 de julho, e considerando as mesmas medidas restritivas impostas pelo Ministério da Saúde. Além disso, também adotou as cinco substituições por equipe em cada partida.

Arena Batistão, casa do Confiança – Foto: Divulgação/Confiança

Confiança

A equipe segue invicta no Campeonato Sergipano após dez jogos. O time está em segundo lugar no quadrangular final da competição. Na Copa do Nordeste, foi eliminado nas semifinais pelo Bahia.

Retrospecto no ano: 21 jogos | 12 vitórias | 6 empates | 3 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 3 jogos | 1 vitória | 2 empates

Destaque:

Mikael (atacante) marcou quatro gols no Campeonato Sergipano e é o artilheiro da equipe na competição, na Copa do Nordeste marcou três gols – Foto: Reprodução/Confiança/ND

Palpite do nd+: Recém chegado da Série C, Confiança precisa trabalhar para ficar na Série B.

Partida de estreia: Confiança x Paraná Clube – Batistão, 7/8, às 21h30

Alagoas:

Conforme os dados do Ministério da Saúde, da última quarta-feira (5), o Estado de Alagoas contabiliza 1.633 mortes e 64.194 casos confirmados de Covid-19.

Estádio Rei Pelé é a casa de CSA e CRB – Foto: Divulgação

CRB

O CRB liderou o turno do Campeonato Alagoano. A equipe foi campeã alagoana ao derrotar o rival CSA. Na Copa do Nordeste, parou ainda na primeira fase.

Retrospecto no ano: 20 jogos | 9 vitórias | 5 empates | 6 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 3 jogos | 1 vitória | 1 empate | 1 derrota

Destaque: Centroavante Léo Gamalho que dispensa maiores apresentações.

Lembra dele? Com passagens por Avaí e Criciúma, Léo Gamalho é o destaque do CRB – Foto: ESTADÃO CONTEÚDO/ND

Palpite do nd+: Com time recheado de “medalhões”, atual campeão do alagoano e sob a batuta de Marcelo Cabo, um dos “homens-acesso” desta edição da Série B: briga pelo título.

Partida de estreia: Juventude x CRB – Alfredo Jaconi, 8/8, às 11h

CSA

O CSA foi vice-campeão alagoano, perdeu a final do estadual para o rival CRB. No turno da competição estadual, terminou em segundo lugar. Na Copa do Nordeste foi eliminado ainda na primeira fase, terminando na sexta colocação.

Retrospecto no ano: 18 jogos | 7 vitórias | 2 empates |9 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 2 vitórias

Destaque: Rodrigo Pimpão, com passagem por grandes do país, é o destaque do time de Eduardo Baptista.

Rodrigo Pimpão é um dos destaques do ano no CSA – Foto: CSA/Divulgação

Palpite do nd+: Outro lado da força de Alagoas também deve “incomodar” nessa Série B. Entra para disputar uma vaga no G4.

Partida de estreia: CSA x Guarani – Rei Pelé, 8/8, às 21h

Pernambuco:

Apesar do número de casos no Estado já não apresentar a mesma alta de outrora, Pernambuco já ultrapassou, nessa semana, a marca dos 100 mil casos confirmados para a Covid-19. São 6.700 mortes no território pernambucano.

O Campeonato Pernambucano retornou no 19 de julho, após autorização do Governo do Estado. Aliás, terminou na última quarta-feira (5), quando o Salgueiro se sagrou o campeão, após vencer o Santa Cruz, nos pênaltis.

Estádio dos Aflitos é a casa do Náutico – Foto: Divulgação/CNC

Náutico

O Náutico foi eliminado nas semifinais do Campeonato Pernambucano pelo Santa Cruz nos pênaltis. Na Copa do Nordeste caiu ainda na primeira fase, ao terminar na quinta colocação do grupo B.

Retrospecto no ano: 21 jogos | 9 vitórias | 7 empates | 5 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 1 vitória | 1 empate

Destaque: Centroavante Kieza, com experiência e faro de gol, é aposta do Timbú nessa Segundona.

O experiente centroavante Kieza voltou ao Náutico para recuperar os bons momentos da carreira. Ele tem passagens por Vitória, São Paulo e Botafogo – Foto: Caio Falcão / Comunicação CNC

Palpite do nd+: Apesar de sua tradição, o Náutico volta à Série B com os pés no chão. Meta do clube, nesse momento, é fazer uma campanha para se manter entre os 20 da Série B. Depois disso, o que vier, é lucro.

Partida de estreia: Avaí x Naútico – Ressacada, 8/8, às 19h

Bahia:

Cenário no Estado baiano, de uma maneira geral, se assemelha ao resto do país: alta nos números de infectados e mortes. Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (6) o Estado soma quase 180 mil casos confirmados em um total de 3.700 mortes.

O número de óbitos, por outro lado, apresenta queda e isso é “celebrado” pelos governantes baianos. Além disso, o Campeonato Baiano retornou no dia 22 de julho e terá sua definição no próximo sábado (8). Na ocasião, Bahia e Atlético (BA) disputarão o segundo jogo das finais, onde o primeiro jogo terminou em um empate sem gols.

Estádio Manoel Barradas, o Barradão, casa do Vitória – Foto: Reprodução

Vitória

A equipe ficou apenas com a quinta colocação no Campeonato Baiano e não se classificou para o mata-mata. Na Copa do Nordeste parou nas semifinais ao ser eliminado pelo Ceará.

Retrospecto no ano: 21 jogos | 7 vitórias | 10 empates | 4 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 empate

Destaque: Thiago Carletto, um lateral com liderança e técnica de meia, é o principal nome do Leão Baiano que vive cenário caótico em suas finanças.

Especialista na bola parada, Thiago Carleto, ex-Avaí, é o destaque do Vitória – Foto: Pietro Carpi / ECVitória

Palpite do nd+: Vitória vai brigar para se manter na Série B

Partida de estreia: Vitória x Sampaio Corrêa – Barradão, 8/8, às 19h

Maranhão:

O Maranhão, assim como outros Estados do Nordeste, vem apresentando queda em seus números tanto de novos infectados como novas mortes. Conforme o boletim atualizado nesta quinta-feira (6), são mais de 125 mil casos confirmados para a Covid-19.

O Maranhão também soma 3.103 mortes no total. Por conta disso, o Campeonato Maranhense retornou apenas no último sábado (1°) e deve seguir por mais uns dias, já que a segunda fase começa apenas na próxima quarta-feira (12). Na ocasião, o Moto Club é o líder da competição com 19 pontos, três a mais que o Sampaio Corrêa.

Estádio Governador João Castelo, o Castelão, casa do Sampaio Corrêa – Foto: Reprodução

Sampaio Corrêa

A equipe terminou na segunda colocação no Campeonato Maranhense e agora aguarda o adversário na semifinal.

Retrospecto no ano: 8 jogos | 5 vitórias | 1 empate | 2 derrota

Retrospecto como mandante em jogos sem público: A equipe ainda não atuou como mandante após o retorno do futebol no Maranhão.

Destaque: Sem um nome de “peso” no elenco, destaque para o técnico Léo Condé, apontado pela torcida como o mentor de um time que pode ser limitado no papel, mas mostra ser aguerrido.

Palpite do nd+: Luta contra o rebaixamento.

Partida de estreia: Vitória x Sampaio Corrêa – Barradão, 8/8, às 19h

SUDESTE:

Minas Gerais:

Em Minas Gerais são mais de 135 mil casos confirmados e mais de 2,8 mil mortes em decorrência da Covid-19. Um dos Estados que mais atuou nas medidas para evitar a proliferação do vírus começa, agora, a flexibilizar as ações em alguns municípios.

O Governo dividiu as regiões em “ondas”. Vermelha quando é permitido abrir somente serviços essenciais, amarela quando os não essenciais também são autorizados e a verde, que inclui serviços não essenciais com alto risco de contágio.

A partir deste sábado (8), 362 municípios avançam para a onda amarela e poderão reabrir serviços não essenciais, como bares e restaurantes. Esses municípios têm menos de 30 mil habitantes e registraram, nos últimos 14 dias, menos de 50 casos por 100 mil habitantes. O Estado continua trabalhando na flexibilização das atividades de acordo com o avanço do contágio.

O Campeonato Mineiro retornou no dia 26 de julho, para a definição da fase final de grupos e o mata-mata. No entanto, a primeira final acontece no dia 26 de agosto e a segunda no dia 30 de agosto, entre Tombense e Atlético-MG

Arena Independência, casa do América – Foto: Reprodução

América-MG

O América foi eliminado na semifinal do Campeonato Mineiro. A equipe perdeu por 2 a 1 para o Atlético-MG na partida de ida e na volta voltou a ser derrotadas, dessa vez por 3 a 0 e deu adeus a competição.

Retrospecto no ano: 16 jogos | 8 vitórias | 6 empates | 2 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 empate

Destaque: Coelho que tem valores individuais em seu plantel, aposta na mística de “Lisca Doido” para voltar a elite do futebol nacional.

Lisca Doido é o comandante do América – Foto: Daniel Hott/América/Divulgação

Palpite do nd+: Um dos “reis” do acesso, o América-MG entra no campeonato para brigar pelo título.

Partida de estreia: Ponte Preta x América-MG – Canindé, 8/8, às 21h

O palco dos jogos do Cruzeiro é o Mineirão – Foto: Divulgação

Cruzeiro

Talvez a grande atração da Série 2020, essa é a primeira vez que o Cruzeiro disputará a segunda divisão do futebol brasileiro. No Campeonato Mineiro a campanha decepcionou, ficou apenas em quinto lugar e fora da semifinal.

Retrospecto no ano: 15 jogos | 7 vitórias | 4 empates | 4 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 2 vitórias

Destaque: Marcelo Moreno, o centroavante, é o principal nome da Raposa nesta Série B.

Marcelo Moreno voltou ao Cruzeiro e é o destaque da equipe – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Palpite do nd+: Atração na Série A – como bem resume o texto de abertura – o Cruzeiro é um favorito natural, independente de todos os seus atuais problemas.

Partida de estreia: Cruzeiro x Botafogo (SP) – Mineirão, 8/8, às 19h

São Paulo:

São Paulo ultrapassa os 585 mil casos confirmados e já registrou mais de 24 mil mortes em decorrência da Covid-19. Os números fizeram com que o Governo de São Paulo estendesse a quarentena em todos os 645 municípios do Estado até o dia 10 de agosto, permitindo aplicação de medidas por região, de acordo com os critérios.

A decisão manteve, ainda, as ações de restrição para atividades comerciais e prestação de serviços essenciais definidas ainda em março, como a suspensão de atendimento presencial em comércios como shoppings, academias e casas noturnas.

Considerado como um dos estaduais mais disputados, o Campeonato Paulista retornou no dia 22 de julho, com o início da 11° rodada. O segundo jogo da final está marcada para o sábado (8), às 16h30, entre Palmeiras e Corinthians.

Arena Eurobike, estádio do Botafogo-SP – Foto: Botafogo/Divulgação

Botafogo-SP

A equipe bateu na trave no Campeonato Paulista e por muito pouco não foi rebaixada. No Troféu do Interior acabou caindo nas semifinais.

Retrospecto no ano: 14 jogos | 4 vitórias | 3 empates | 7 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 vitória

Destaque: O experiente atacante Wellington Tanque, de 32 anos, é uma das armas do treinador Claudinei Oliveira para a Série B. Após a retomada do estadual, Tanque já marcou três gols.

Wellington Tanque é o destaque do Botafogo-SP – Foto: José Bazzo/Botafogo S/A

Palpite do nd+: Time escapou da queda no paulista na última rodada. No entanto, time de Claudinei Oliveira, ex-Avaí, não deve ter maiores problemas para se manter entre os 20.

Partida de estreia: Cruzeiro x Botafogo – Mineirão, 8/8, às 19h

Estádio Brinco de Ouro, casa do Guarani (Foto: Divulgação/Guarani FC)

Guarani

A equipe não se classificou para o mata-mata no Campeonato Paulista. Ficou em terceiro lugar no grupo D atrás de Bragantino e Corinthians, ficando em oitavo lugar na classificação geral. No Troféu do Interior perdeu a final para o Bragantino por 1 a 0.

Retrospecto no ano: 15 jogos | 5 vitórias | 5 empates | 5 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 2 jogos | 1 empate | 1 derrota

Destaque: Volante Deivid, revelado pelo Athlético-PR, é o esteio do meio-campo bugrino.

Com sucesso no Athletico-PR, Deivid voltou ao Bugre nesta temporada – Foto: Letícia Martins / Guarani FC

Palpite do nd+: finalista da taça do interior no paulista, o Bugre é favorito a uma das quatro vagas para a elite do futebol nacional.

Partida de estreia: CSA x Guarani – Rei Pelé, 8/8, às 21h

Estádio Moisés Lucarelli, casa da Ponte Preta – Foto: Ponte Preta/Divulgação

Ponte Preta

A Ponte Preta foi eliminada pelo Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista. A equipe chegou a eliminar o Santos nas quartas de final da competição. O meia João Paulo, ex-Avaí, é um dos destaques da Macaca.

Retrospecto no ano: 17 jogos | 7 vitórias | 2 empates | 8 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 vitória

Destaque: João Paulo, ex-Avaí, é a grande atração da Macaca.

João Paulo, um dos poucos que se salvou na campanha pífia do Avaí, em 2019 – Foto: Lucas Mercon/ND

Palpite do nd+: Um dos times mais tradicionais, sobretudo, na elite do futebol, a Ponte entra para beliscar uma das quatro vagas. Mais que isso, tem elenco para brigar pelo título.

Partida de estreia: Ponte Preta x América-MG – Canindé, 8/8, às 21h

Oeste manda seus jogos na Arena Barueri – Foto: Marcio Porto

Oeste

O Oeste foi o último colocado na classificação geral do Campeonato Paulista e acabou rebaixado à Série A2 em 2021. Foram apenas três vitórias em 12 jogos no estadual.

Retrospecto no ano: 14 jogos | 3 vitórias | 3 empates | 8 derrotas

Retrospecto como mandante em jogos sem público: 1 jogo | 1 derrota

Destaque: trata-se de uma aposta: centroavante Kalil, buscado na Portuguesa Santista, é a esperança de gols do Rubrão.

Palpite do nd+: Há três edições da Série B como o “rei do empate”, Oeste entra na competição para assegurar sua vida na edição do próximo ano. Logo, prepara-se para ver empates no time do interior paulista.

Partida de estreia: Oeste x Chapecoense – Arena Barueri, 9/8, às 11h

CENTRO-OESTE

Mato Grosso:

Apesar de ter, até o momento, mais de 58 mil casos confirmados da doença e 2 mil mortes, o Mato Grosso não possui nenhuma região classificada como em risco “muito alto” para a pandemia.

Os critérios adotados pelo Governo do Estado são: taxa de crescimento de contaminação e de ocupação dos leitos de UTI. Por isso, as medidas de isolamento são mais “flexíveis”. O último decreto prevê medidas como limite de acesso da população a comércios e serviços.

Atividades de lazer ou eventos com aglomeração continuam proibidos. Os municípios que atingirem o nível “muito alto” devem adotar medidas mais restritivas.

O Campeonato mato-grossense ainda não tem data definida para sua retomada. No entanto, o governo do Estado autorizou, na última segunda-feira (3), o início dos treinos e jogos profissionais em Mato Grosso.

Arena Pantanal, casa do Cuiabá – Foto: Ahmad Jarrah – Secel/MT

Cuiabá

A equipe liderou o turno do Campeonato Mato-grossense e segue invicta na competição. As datas do mata-mata ainda não foram definidas.

Retrospecto no ano: 9 jogos | 6 vitórias | 3 empates

Retrospecto como mandante em jogos sem público:A equipe ainda não atuou como mandante após o retorno do futebol.

Destaque: Goleiro João Carlos, que disputou a Série A de 2019 pelo CSA, é o grande nome do time na competição.

João Carlos fez bom campeonato pelo CSA em 2019 – Foto: AssCom Dourado/Divulgação

Palpite do nd+: Cuiabá deve lutar para se manter na Segunda divisão na próxima temporada.

Partida de estreia: Cuiabá x Brasil de Pelotas – Arena Pantanal, 7/8, às 19h15