Times de SC jogam de olho em premiação milionária da Copa do Brasil

Dois catarinenses estreiam nesta quarta-feira de olho em uma classificação que garante mais de R$1 milhão imediatamente

A Copa do Brasil é a competição mais vantajosa, financeiramente, de toda a América do Sul. Não chega a ser exatamente uma novidade já que a competição mais democrática do país, em uma condição homogênea entre o término da última edição e o começo da atual, já se desenha com valores ainda mais turbinados que anos anteriores.

Sorteio dos primeiros jogos da Copa do Brasil definiu adversários dos catarinenses; dinheiro envolvido na competição é vital para as pretensões dos catarinenses na temporada – Foto: Site CBF/divulgaçãoSorteio dos primeiros jogos da Copa do Brasil definiu adversários dos catarinenses; dinheiro envolvido na competição é vital para as pretensões dos catarinenses na temporada – Foto: Site CBF/divulgação

Para se ter uma ideia o campeão do torneio, se partir da primeira fase, pode embolsar inacreditáveis R$ 76 milhões em premiações.

Enquanto esse valor é apenas um sonho para todos os 80 clubes que devem disputar a competição, o fato é que fase a fase a Copa do Brasil paga e paga muito.

Em um período de crise financeira em todos os aspectos da vida, da sociedade e até mesmo do planeta, a classificação de uma fase já significa, pelo menos, R$ 1 milhão de bonificação.

Catarinenses de olho no prêmio

Em um primeiro momento 40 jogos dão a arrancada ao cobiçado prêmio. Como já vem sendo estipulado há alguns anos, os participantes são divididos em três grupos que determinam os valores envolvidos.

Essa divisão “pesa” nas duas primeiras fases da competição já que, a partir da terceira fase, todos os times passam a ganhar os mesmos valores em caso de classificação.

Tabela de valores distribuídos por fases – Foto: CBF/divulgaçãoTabela de valores distribuídos por fases – Foto: CBF/divulgação

Santa Catarina conta com seis representantes no total sendo que cinco estreiam nessa primeira fase: Avaí, Brusque, Criciúma, Figueirense e JEC. A Chapecoense, por ser a campeã da Série B, ingressa direto nas oitavas de final.

JEC e Brusque, que respectivamente estreiam nesta quarta-feira (17), têm a possibilidade e embolsar um total de R$1,235 milhão. Isso porque os clubes “entram” no torneio com o valor de R$ 560 mil – isso, claro, no Grupo 3. Ao confirmarem a participação na fase seguinte confirmam o direito de agregar mais R$675 mil.

O JEC, por exemplo, encara o Santa Cruz, no estádio dos Plátanos, no interior do Rio Grande do Sul. Já o Brusque joga contra o Retrô, na Arena Pernambuco, ambos nesta quarta-feira.

Criciúma, Avaí e Figueirense, respectivamente, jogam na quinta-feira. O Tigre encara o Marília, em jogo confirmado para Cariacica (ES). O Leão joga contra o Palmas-TO em Minas Gerais. O Figueirense, por fim, joga contra o Cascavel no Paraná.

Todos os catarinenses, nesse caso, jogam pelo empate conforme consta em regulamento da competição.

Divisão dos grupos

O Grupo 1 reúne os 15 primeiros do Ranking Nacional de Clubes da CBF (Athletico-PR, Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Ceará, Chapecoense, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo), enquanto o 2 é formado pelos times que estão na Série A do Brasileirão de 2021, excluídos os que já faze parte do primeiro bloco. Já o grupo 3, entram as demais equipes.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Brasileiro