VÍDEO: Torcedor do Boca Jrs faz gesto racista para brasileiros na Libertadores

Caso aconteceu na partida entre Boca Juniors e Corinthians na Argentina; este é o sexto caso de racismo registrado na atual edição da Libertadores contra clubes brasileiros

Mais um caso de racismo foi registrado em uma partida da Copa Libertadores. Um torcedor do Boca Juniors, da Argentina, foi filmado imitando um “macaco” para os torcedores do Corinthians antes da bola rolar no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, na noite desta terça-feira (17).

Torcedor imita macaco na arquibancadaTorcedor da equipe argentina foi flagrado fazendo gestos racistas – Foto: Reprodução/Internet

Vale lembrar que na partida entre os dois clubes em São Paulo (SP), um torcedor da equipe argentina acabou preso por fazer gestos racistas aos torcedores do Timão. Ele foi solto um dia depois após pagar fiança.

Este é o sexto caso de racismo registrado na atual edição da Libertadores contra clubes brasileiros.

Os demais casos aconteceram nas partidas entre River Plate (ARG) e Fortaleza, Estudiantes (ARG) e Red Bull Bragantino, Emelec (EQU) e Palmeiras, além de Universidad Católica (CHI) e Flamengo.

Veja as imagens:

Torcedor do Boca Juniors é flagrado imitando macaco para brasileiros – Vídeo: Reprodução/Internet

Corinthians protesta

Em nota durante a madrugada desta quarta-feira (18), o Corinthians se manifestou sobre o tema. O clube considerou “inaceitável” as manifestações dos torcedores rivais, assim como o tratamento dado aos brasileiros na entrada do estádio.

Além disso, a diretoria do Timão afirmou que irá registrar uma reclamação formal à Conmebol.

Veja a nota na íntegra:

O Sport Club Corinthians Paulista considera inaceitáveis as manifestações de racismo da torcida do Boca Juniors, bem como o tratamento dado à sua torcida na chegada do estádio La Bombonera, o que retardou a ocupação dos lugares reservados a ela ao longo de toda a primeira etapa.

Muitos corinthianos, com ingresso, só conseguiram acompanhar a partida de dentro do estádio no segundo tempo por atraso na escolta ou revista nos portões.

O clube vai protocolar reclamação formal à CONMEBOL para apuração de responsabilidades e punições, além de requerer ações preventivas nos próximos jogos.

Atenciosamente, Sport Club Corinthians Paulista.

Sanções da Conmebol

A Conmebol endureceu, no dia 9 de maio, as sanções contra atos de discriminação em todas as competições da entidade  “por motivação de cor de pele, raça, sexo ou orientação sexual, etnia, idioma, credo ou origem”.

Segundo a entidade máxima do futebol sul-americano, a multa mínima a ser aplicada a clubes o associações em que o torcedor infringir a regra, passará a ser de US$ 100 mil –  anteriormente US$ 30 mil.

Além disso, o órgão judicial competente para julgar os casos poderá impor a pena de o clube jogar um ou várias partidas sem torcida, ou até o fechamento parcial do estádio.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...