Avaí e Figueirense patinam na 2ª rodada da Série B

Leão da Ilha foi até Curitiba e acabou derrotado pelo Paraná, por 1 a 0, depois de gol contra bizarro; o Figueirense, em Florianópolis, só empatou com o Vitória em mais uma atuação preocupante

O Avaí até começou melhor a partida, no estádio Durival Britto e Silva – também conhecido como Vila Capanema. Time de Geninho teve as principais chances da primeira etapa – Foto: Rui Santos/Paraná Clube
1 8
O Avaí até começou melhor a partida, no estádio Durival Britto e Silva – também conhecido como Vila Capanema. Time de Geninho teve as principais chances da primeira etapa – Foto: Rui Santos/Paraná Clube
Os números do intervalo evidenciaram a superioridade azurra na primeira etapa.  – Foto: Avaí FC/reprodução/ND
2 8
Os números do intervalo evidenciaram a superioridade azurra na primeira etapa.  – Foto: Avaí FC/reprodução/ND
O time perdeu ímpeto na segunda etapa. Geninho, restando dez minutos para a etapa final, recuou o time para segurar o ponto. Sofreu o gol na marca dos 40′, em um lance atrapalhado da defesa onde o zagueiro Betão tentou afastar uma bola da pequena área, ela explodiu em Victor Sallinas e morreu no fundo da rede de Frigeri. – Foto: Rui Santos/Paraná Clube
3 8
O time perdeu ímpeto na segunda etapa. Geninho, restando dez minutos para a etapa final, recuou o time para segurar o ponto. Sofreu o gol na marca dos 40′, em um lance atrapalhado da defesa onde o zagueiro Betão tentou afastar uma bola da pequena área, ela explodiu em Victor Sallinas e morreu no fundo da rede de Frigeri. – Foto: Rui Santos/Paraná Clube
Em Florianópolis, surpresa na escalação do Figueirense: cinco mudanças em relação ao time que foi derrotado para o Operário, na estreia – com derrota – da equipe na Série B. Raul Cabral, em substituição ao isolado Marcio Coelho, sacou Rony, Arouca, Everton Galdino e Pedro Lucas da equipe. – Foto: FFC/divulgação
4 8
Em Florianópolis, surpresa na escalação do Figueirense: cinco mudanças em relação ao time que foi derrotado para o Operário, na estreia – com derrota – da equipe na Série B. Raul Cabral, em substituição ao isolado Marcio Coelho, sacou Rony, Arouca, Everton Galdino e Pedro Lucas da equipe. – Foto: FFC/divulgação
Depois de um primeiro tempo sofrível protagonizado por baianos e catarinenses, a segunda etapa foi um pouco mais movimentada. Diego Gonçalves, com a bola, foi o jogador do Figueirense que mais tentou – ainda que a produção ofensiva do Furacão tenha sido pobre: 5 finalizações a gol em 90 minutos. – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação
5 8
Depois de um primeiro tempo sofrível protagonizado por baianos e catarinenses, a segunda etapa foi um pouco mais movimentada. Diego Gonçalves, com a bola, foi o jogador do Figueirense que mais tentou – ainda que a produção ofensiva do Furacão tenha sido pobre: 5 finalizações a gol em 90 minutos. – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação
Marquinho, que tenta avançar contra a marcação da defesa rubro-negra, foi outro atleta do Figueirense que tentou produzir. Cansado, saiu para a entrada de Vitor Feijão. Além de ter deixado de somar outros dois pontos, a atuação da equipe voltou a preocupar, ao menos no setor ofensivo, que nos últimos três jogos fez dois gols. – Foto: Patrick Floriani/FFC/ND
6 8
Marquinho, que tenta avançar contra a marcação da defesa rubro-negra, foi outro atleta do Figueirense que tentou produzir. Cansado, saiu para a entrada de Vitor Feijão. Além de ter deixado de somar outros dois pontos, a atuação da equipe voltou a preocupar, ao menos no setor ofensivo, que nos últimos três jogos fez dois gols. – Foto: Patrick Floriani/FFC/ND
Diego Gonçalves, atleta mais lúcido do Figueirense, parou no goleiro Ronaldo no melhor lance da partida – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação
7 8
Diego Gonçalves, atleta mais lúcido do Figueirense, parou no goleiro Ronaldo no melhor lance da partida – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação
Éverton Santos, uma das apostas do Figueirense, teve uma participação tímida no duelo. Deixou o campo na segunda etapa, ao dar lugar a Pedro Lucas: centroavante que durou 19 minutos em campo após fazer falta fora da bola e ser expulso. Final de jogo 10 x 11 – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação
8 8
Éverton Santos, uma das apostas do Figueirense, teve uma participação tímida no duelo. Deixou o campo na segunda etapa, ao dar lugar a Pedro Lucas: centroavante que durou 19 minutos em campo após fazer falta fora da bola e ser expulso. Final de jogo 10 x 11 – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação
+

Futebol Catarinense

Loading...