Avaí só empata com o Brusque e precisará vencer na volta para ir à final do Catarinense

Como fez melhor campanha no turno do Campeonato Catarinense, um novo empate basta para o Marreco avançar à final pelo segundo ano consecutivo

O Avaí ficou no 0 a 0 com o Brusque na primeira partida da semifinal do Campeonato Catarinense neste domingo (2), no estádio da Ressacada, e agora precisará vencer o rival fora de casa na próxima semana se quiser avançar à final da competição.

Avaí x Brusque não saíram do zero na primeira semifinal – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FCAvaí x Brusque não saíram do zero na primeira semifinal – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

O Leão fez um bom primeiro tempo, criando boas chances de sair na frente do marcador, mas acabou esbarrando na má pontaria dos atacantes. Valdívia perdeu as duas melhores oportunidades da equipe, uma delas cara a cara com o goleiro Dalberson após passe de Getúlio.

Com campanha melhor no turno, o Quadricolor agora depende apenas de um empate, por qualquer resultado, para ir à final da competição pelo segundo ano consecutivo.

Leão melhor na primeira etapa

O técnico Claudinei Oliveira optou pela manutenção da equipe que eliminou o Próspera na última semana. A única mexida foi a entrada de Getúlio na vaga de Jonathan no comando do ataque.

O Leão iniciou a partida com uma marcação alta tentando dificultar a saída de bola da equipe visitante. Logo aos 23 segundos veio a primeira finalização. Giovanni arriscou de muito longe e mandou por cima do gol de Dalberson.

Aos 12’ foi a vez de Marcos Serrato tentar. O volante recebeu de Giovanni e chutou forte novamente por cima do gol do Marreco. O lance gerou reclamações de Valdívia que passava livre pelo lado esquerdo e não recebeu a bola.

A pressão alta voltou a ser efetiva aos 18’. Valdívia recuperou a bola no campo de ataque, tabelou com Getúlio, que devolveu para o camisa 10, na cara do gol, chutar em cima de Dalberson e perder grande chance.

Valdívia, cara a cara com Dalberson, perde grande chance para o Avaí – Foto: Frederico Tadeu/Avaí F.CValdívia, cara a cara com Dalberson, perde grande chance para o Avaí – Foto: Frederico Tadeu/Avaí F.C

O Brusque procurou responder em saídas rápidas na contra-ataque e explorava principalmente o lado direito da defesa do Avaí.

Valdívia voltou a perder grande chance aos 30 minutos. Lourenço foi acionado pela direita, invadiu a área e serviu o camisa 10 que, próximo a marca do pênalti, acabou isolando.

Os minutos finais da primeira etapa seguiram no mesmo ritmo, com o Avaí procurando pressionar e o Brusque tentando explorar os contragolpes. No entanto, o 0 a 0 não saiu do placar.

Equilíbrio marca o segundo tempo

As equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo. Ao contrário da primeira etapa, quem criou a primeira chance de gol foi o Brusque. Toty avançou pelo lado direito, cruzou, a zaga não conseguiu cortar e Júnior Pirambu acabou finalizando torto para fora.

O Avaí respondeu dois minutos depois. Marcos Serrato recebeu aberto pelo lado esquerdo, cruzou, Lourenço antecipou a zaga e cabeceou rente a trave. Serrato voltou a aparecer no ataque no lance seguinte. O volante recebeu próximo a meia lua e finalizou para fora.

Avaí x Brusque pela semifinal do Campeonato Catarinense – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FCAvaí x Brusque pela semifinal do Campeonato Catarinense – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

O Brusque voltou a ameaçar, dessa vez com Thiago Alagoano. Airton avançou sem marcação pelo meio-campo e serviu o camisa 10 do Marreco na entrada da área. O jogador acabou finalizando por cima do gol de Glédson.

Tentando mudar o panorama da partida, os técnicos começaram a mexer nas equipes. Claudinei Oliveira promoveu as entradas de Wesley e Vinícius Leite nas vagas de Giovanni e Marcos Serrato. Jerson Testoni respondeu com Andrew, Alex Ruan e Nonato nas vagas de Garcez, Bruno Alves e Rodolfo, respectivamente.

Em novo contragolpe, aos 25 minutos, Alex Ruan obrigou Glédson a fazer grande defesa no que foi a melhor chance do Brusque na partida. Thiago Alagoano recebeu na entrada da área e apenas rolou para o camisa 66 mandar uma bomba, forçando o goleiro Azurra a espalmar para escanteio.

Após a forte intensidade, o jogo acabou caindo de ritmo nos vinte minutos finais. Precisando do gol para chegar em vantagem na partida de volta, Claudinei Oliveira sacou Valdívia e colocou o centroavante Jonathan em campo.

O Avaí tentou uma pressão final e quase chegou a gol com Matheus Lucas aos 38’. Wesley recebeu pelo lado direito, cruzou, a zaga cortou errado e o atacante avaiano, livre, chutou muito mal, desperdiçando grande chance.

Tabu

Mais do que vencer o Brusque, o Avaí precisará quebrar um “tabu” na próxima semana se quiser avançar à final. Já são dois anos desde a última vitória do Leão sobre o Quadricolor.

O último triunfo aconteceu no dia 3 de abril de 2019, um 4 a 0 fora de casa pelo Campeonato Catarinense. De lá para cá foram quatro jogos (incluindo o deste domingo), com três vitórias do Brusque e um empate.

FICHA TÉCNICA:

Avaí 0x0 Brusque – Semifinal do Campeonato Catarinense

Avaí: Glédson; Edílson (João Lucas), Alemão, Betão e Diego Renan; Bruno Silva, Marcos Serrato (Vinícius Leite), Lourenço, Giovanni (Wesley) e Valdívia (Jonathan); Getúlio (Matheus Lucas). Técnico: Claudinei Oliveira

Brusque: Dalberson; Toty, Ianson, Everton Alemão e Airton; Zé Mateus, Rodolfo (Nonato), Garcez (Andrew) e Bruno Alves (Alex Ruan); Thiago Alagoano e Júnior Pirambu (Bruno Mota). Técnico: Jerson Testoni

Cartões amarelos: Marcos Serrato (AVA); Rodolfo (BRU)

Arbitragem: Ramon Abatti Abel auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Éder Alexandre

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis

Data e hora: 2/5/21, 16h

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Catarinense