Escudo: Avaí
AVA Avaí
Escudo: Oeste
OES Oeste
Ressacada - 30/11/2020 às 20h00

Vexame: Avaí é amplamente dominado e toma 3 a 0 do lanterna, em casa

Avaí jogou pouco, viu o Oeste, virtualmente rebaixado, dominar o time e vencer, ao natural, pelo placar de 3 a 0; Geninho pode cair a qualquer momento

Vexame! Em noite apática o Avaí foi amplamente dominado pelo Oeste, dentro da Ressacada, e acabou derrotado pelo placar de 3 a 0. A derrota impõe uma pressão sobre o técnico Geninho que pode cair a qualquer momento.

Avaí perde em casa para o Oeste-SP – Foto: Roberto Zacarias/Mafalda Press/Agência EstadoAvaí perde em casa para o Oeste-SP – Foto: Roberto Zacarias/Mafalda Press/Agência Estado

História

O futebol, em metáfora irrefutável da vida, é sucinto ao nos apresentar suas obviedades. Apesar de não repetir essa condição, sobretudo, ao descontruir teses, são lições diárias que temos – e, por vezes, teimamos não respeitar.

O Avaí, em peça pregada pelo destino e pelo calendário, teve a chance de receber, dentro da sua casa, o lanterna e virtualmente rebaixado Oeste.

O futebol, que não vive de obviedades, (mais uma vez) mostrou que a teoria e a prática andam tão próximas quanto distantes.

O jogo

O Oeste, sob os cuidados do conhecido técnico Roberto Cavalo, chegou em Florianópolis com duas vitórias em 24 jogos disputados. Uma delas foi conquistada nos últimos 14.

Nos primeiros 10 minutos, certo ou não, o time de Itápolis (SP) chegou a bater em 71% de posse de bola contra 29% do time de Geninho.

Ralf, volante do Avaí, saiu machucado no intervalo – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FCRalf, volante do Avaí, saiu machucado no intervalo – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

O Avaí, depois disso, até reduziu esse panorama mas, mesmo assim, seguiu correndo atrás do time visitante que somou as chegadas mais perigosas na primeira etapa.

Getúlio, em lance fortuito, finalizou para defesa do goleiro Caíque França. Um cabeceio, mais tarde, também foi registrado pelo Leão da Ilha, mas foi só.

A primeira etapa se arrastou com o sentimento de que, àquela altura, somente o intervalo e o vestiário poderiam melhorar a situação.

Avaí afunda

Na segunda etapa a conversa pode até ter sido positiva, mas a verdade é que ruiu com dois minutos de jogo. Lance pelo lado esquerdo de ataque onde Fábio, após cruzamento, completou de cabeça para o gol. Aberto o placar para o Oeste.

O time do Oeste, quem pensou que recuaria suas linhas, até acertou. Mas não previa que o time de Roberto Cavalo, em contra-ataques fulminantes, acharia mais gols.

Aos 13’, em mais um lance de contragolpe, o segundo: Pedrinho foi lançado pelo lado esquerdo, passou com facilidade por Alan Costa e esbanjou categoria ao dar um toque sutil por cima de Glédson. Lindo gol do time de Itápolis.

O terceiro até nem tardou. Aos 27, Pedrinho, mais uma vez, em lance de pá de cal, fechou o placar.

Depois de acertar a trave do time visitante, o Avaí foi mais uma vez surpreendido em contra-ataque mortal onde Matheus Rocha, no fundo do campo, rolou para Pedrinho, sem goleiro, só cumprimentar para a rede.

Vexame na Ressacada.

Apesar de mais de 20 minutos de restantes para o término da partida, o Avaí só trocou passes sem levar muito perigo, exceto, em lances de bola parada.

Pressão quase insustentável sobre Geninho.

Próxima parada

Sem tempo, irmãos: Avaí volta a campo já na quinta-feira (3), na abertura da rodada 26, em duelo contra o Operário, em Ponta Grossa (SC).

O Oeste joga um dia depois, em Itápolis (SP), contra o Guarani.

FICHA TÉCNICA

Avaí: Glédson; Alemão, Alan Costa (Luan Silva), Airton e João Lucas (Iury); Ralf (Leandrinho), Jean Martin e Pedro Castro (Valdívia); Getúlio (Rildo), Rodrigão e Romulo. Técnico: Geninho.

Oeste: Caíque França; Matheus Rocha (Éder Sciola), Vitão, Caetano e Salomão; Lídio, Caio Vinícius e Léo Ceará (De Paula); Bruno Lopes (Rael), Pedrinho (Kauã Jesus) e Fábio (Bruno Alves). Técnico: Roberto Cavalo.

Gols: Fábio (2/2ºT), Pedrinho (13 e 27/2T)

Cartões amarelos: Alemão (AVA); Matheus Rocha, Éder Sciola, Fábio (OES)

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC). Data: 30/11/20. Hora: 20h.

Arbitragem: Leonadro Sígari Zanon (PR); auxiliado por Sidmar dos Santos Meurer (PR) e Andrey Luiz de Freitas (PR).

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo

Lances da partida

+

Avaí