Após ‘desencantar’ na Copa do Brasil, Avaí tenta melhorar média de gols no Estadual

Com apenas sete gols em nove partidas, média de 0,7 por jogo, esta é a pior marca de gols do clube após nove jogos disputados no Estadual no século 21

Após “desencantar” com uma ótima atuação diante do Cascavel pela Copa do Brasil na vitória por 2 a 0, o ataque do Avaí terá a missão de repetir a dose no Campeonato Catarinense neste domingo (15) diante do Hercílio Luz, na Ressacada.

Olho no cara: Júnior Dutra desencantou contra o Cascavel e marcou seu primeiro gol no retorno ao Leão – Foto: André Palma RIbeiro/Avaí F.COlho no cara: Júnior Dutra desencantou contra o Cascavel e marcou seu primeiro gol no retorno ao Leão – Foto: André Palma RIbeiro/Avaí F.C

O empate em 0 a 0 com o Concórdia no último domingo (11), em partida válida pelo Catarinense, trouxe uma marca negativa ao Leão e vinha “tirando o sono do torcedor” na competição estadual.

Com apenas sete gols em nove partidas, média de 0,7 por jogo, esta é a pior marca de gols do clube após os primeiros nove jogos disputados no Estadual no século 21. Em termos de comparação, apenas o atacante Perotti, da Chapecoense, marcou, sozinho, dez gols no mesmo período.

Os dois anos que mais se aproximaram desta marca negativa foram em 2001 quando o Leão marcou nove gols em nove jogos, e em 2015 marcando dez gols em nove partidas.

Veja os números:

  • 2021: 7 gols em 9 jogos;
  • 2020: 12 gols em 9 jogos;
  • 2019: 15 gols em 9 jogos;
  • 2018: 11 gols em 9 jogos;
  • 2017: 14 gols em 9 jogos;
  • 2016: 15 gols em 9 jogos;
  • 2015: 10 gols em 9 jogos;
  • 2014: 11 gols em 9 jogos;
  • 2013: 12 gols em 9 jogos;
  • 2012: 14 gols em 9 jogos;
  • 2011: 11 gols em 9 jogos;
  • 2010: 20 gols em 9 jogos;
  • 2009: 12 gols em 9 jogos;
  • 2008: 27 gols em 9 jogos;
  • 2007: 12 gols em 9 jogos;
  • 2006: 20 gols em 9 jogos;
  • 2005: 18 gols em 9 jogos;
  • 2004: 13 gols em 9 jogos;
  • 2003: 12 gols em 9 jogos;
  • 2002: 16 gols em 9 jogos;
  • 2001: 9 jogos em 9 jogos.

Após a partida de domingo, o técnico Claudinei Oliveira reconheceu a pouca efetividade do Avaí nas finalizações. A equipe Azurra foi superior ao Concórdia, controlou as ações, mas pecou nos momentos decisivos.

Situações parecidas já haviam acontecido contra Chapecoense e Brusque, partidas em que o Leão teve maior posse de bola e controle das ações, porém, abusou dos erros na hora de finalizar e acabou derrotado.

Para o colunista do Grupo ND, Fábio Machado, as más atuações da equipe estavam passando pela lentidão na transição entre os setores, algo que melhorou, e muito, no duelo contra o Cascavel.

“A defesa não conseguia acelerar a saída de bola com passes mais objetivos e poucas passagens dos laterais. O meio de campo tocava em excesso para os lados e não conseguia quebrar as linhas defensivas dos adversários. E os atacantes estavam brigando com zagueiros em condições ruins”, avalia.

Setor de ataque

Ao todo, dez atacantes se revezaram no setor durante as nove partidas do Estadual. Foram eles: Vinícius Leite, Matheus Lucas, Renato, Getúlio, Ronaldo, Jonathan, Jô, Gustavo, Júnior Dutra e Gabriel.

Atacante Gabriel vem sendo uma das novidades de Claudinei Oliveira na equipe – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FCAtacante Gabriel vem sendo uma das novidades de Claudinei Oliveira na equipe – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Os dois que mais entraram em campo foram Getúlio e Jonathan, com sete partidas cada, seguidos por Vinícius Leite, com seis. Vale ressaltar que o atacante Júnior Dutra disputou apenas três jogos, mas chegou ao clube no decorrer da competição. Getúlio é o artilheiro da equipe no Estadual com dois tentos marcados.

Veja os números dos jogadores de ataque no Estadual:

  • Matheus Lucas: 2 jogos | 1 gol
  • Gustavo: 2 jogos | 1 gol
  • Ronaldo: 3 jogos | 0 gols
  • Júnior Dutra: 3 gols | 0 gols
  • Gabriel: 3 jogos | 0 gols
  • : 4 jogos | 0 gols
  • Renato: 4 jogos | 1 gol
  • Vinícius Leite: 6 jogos | 0 gols
  • Jonathan: 7 gols | 0 gols
  • Getúlio: 7 jogos | 2 gols

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Avaí