Atacante da seleção brasileira revela “não” da dupla da capital

Atacante da Seleção Brasileira e do Everton (ING), Richarlison contou dos episódios de quando tinha apenas 15 anos e tentou a "sorte" no futebol de Florianópolis

Nome certo na lista de convocações do técnico Tite, da Seleção Brasileira, o atacante Richarlison relembrou das seguidas peneiras que foi recusado, entre elas, na dupla de Florianópolis, Avaí e Figueirense.

Richarlison relembra dispensa de Avaí e Figueirense – Foto: Divulgação/CBFRicharlison relembra dispensa de Avaí e Figueirense – Foto: Divulgação/CBF

O atacante do Everton (ING) contou em carta aberta ao portal The Player Tribune sua luta desde a infância para realizar aquilo que é o sonho de milhões de crianças, se tornar jogador de futebol profissional.

Segundo o Pombo, como foi carinhosamente apelidado pelos torcedores, o capítulo da sua caminhada aconteceu em 2013, quando tinha 15 anos, e veio para Florianópolis realizar um mês de testes no Leão da Ilha.

Cerca de 1.800 km de distância da sua cidade, Nova Venécia (ES), Richarlison relembra que, assim como as demais peneiras, treinava em tempo integral.

“No Avaí, era um roxo novo por dia na canela. Depois de quatro semanas no clube, fui avisado que eles não ficariam com ninguém. É… obrigado. Toda aquela dedicação para nada”, destacou o atacante em sua carta aberta.

Em seguida, Richarlison realizou mais uma peneira, porém, no Figueirense, o maior rival do Avaí. Dessa vez, ele conta que precisou pegar uma chuteira emprestada de outro garoto que conhecia no clube para realizar os testes.

“E, de novo, dei a vida nos treinos. Era para eu ficar lá por uma semana. O treinador gostou de mim e pediu para eu continuar. Na fase final sobraram nove moleques disputando duas vagas. Foi mais um mês de treinos, e eu tentando me destacar”, contou.

No entanto, o garoto de apenas 15 anos recebia mais um “não”. Dessa vez, ele relembra que o aviso aconteceu exatamente no dia do seu aniversário de 16 anos.

Atualmente, Richarlison defende as cores do Everton (ING) – Foto: Divulgação/Premier League/NDAtualmente, Richarlison defende as cores do Everton (ING) – Foto: Divulgação/Premier League/ND

Ainda na carta aberta ao portal americano, Richarlison relembra que pensou em desistir após as duas recusas das equipes de Florianópolis. Porém, destaca que o apoio de sua família foi fundamental para persistir no sonho.

Revelado pelo América-MG, Richarlison ganhou maior destaque defendendo as cores do Fluminense, onde marcou 19 gols em 68 jogos. Após virar a sensação da equipe carioca, o Pombo se transferiu para o Watford (ING), em 2017, por cerca de R$ 46 milhões.

Cerca de um ano depois, o atacante assinou com o Everton (ING) por cinco anos. Já a sua estreia com a camisa da Seleção Brasileira, veio também em 2018, para a disputa de dois amistosos, onde marcou o seu primeiro gol diante da Seleção de El Salvador, na goleada de 5 a 0.

Eliminatórias

O atacante, juntamente com a seleção do técnico Tite, entra em campo nesta sexta-feira (13), em horário de Brasília, para encarar a Venezuela, na 3ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, em 2022.

O jogo está agendado para às 21h30 e será no estádio Morumbi, em São Paulo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Avaí