Avaí empata na Ressacada e terá que vencer em Chapecó para ir à final

Daniel Queiroz/ND

Nunes (9) corre para comemorar o gol de empate do Avaí na Ressacada

O Avaí bem que tentou, mas não conseguiu superar a Chapecoense e segue sem vencer a equipe do Oeste neste Estadual. O empate em 1 a 1, na Ressacada, leva a decisão para o jogo da volta no próximo domingo, em Chapecó.
Para ir à final do Catarinense, o Avaí terá que quebrar o tabu de dois anos sem ganhar do Verdão. Para a Chapeconse, que fez melhor campanha na fase de classificação, basta o empate.

Empurrado por quase oito mil torcedores, o Avaí tomou a iniciativa do jogo. O Leão comandava as ações, mas esbarrava na forte marcação do rival, que abusava das faltas na intermediária.

Bem marcado, Cleber Santana tinha dificuldades para trabalhar a bola, mas ainda era o responsável pelas principais jogadas de perigo do Avaí. Com menos de cinco minutos, o camisa 10 quase surpreendeu o goleiro Rodolpho por duas vezes. Uma cobrança de falta de longa distância e uma tentativa de gol olímpico no escanteio.

A Chapecoense pouco ameaçava. Até que aos 18 minutos Éber fez boa jogada pela direita, Aelson não conseguiu cortar dentro da pequena área e a bola sobrou para Eliomar abrir o placar.
Atrás no marcador, o Avaí partiu com tudo para cima do Verdão e não demorou para empatar. Aos 25, Robinho cobrou escanteio, a defesa afastou e, em novo cruzamento do camisa 7, Nunes, de letra, deixou tudo igual.

Na segunda etapa, o Avaí seguiu pressionando, mas esbarrrou no bloqueio montado pelo técnico Itamar Shcülle.

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Avaí