Avaí deve ter seis atletas da base em duelo decisivo contra o Internacional, pela Primeira Liga

Meia Diego Jardel será poupado e dará lugar a Caio César, uma das novas promessas do Leão no meio campo

O Avaí deve apostar na mesma receita da vitória por 2 a 0 sobre o Joinville, no último domingo, pelo Campeonato Catarinense, para o duelo com o Internacional, pela Primeira Liga: a força da base.

Contra o JEC, cinco atletas formados no clube começaram o jogo, que ainda teve a entrada de Iury, autor do segundo gol do Leão. Hoje, no Beira-Rio, pelo menos seis jogadores da base azurra devem iniciar o confronto, que é decisivo para ambas as equipes.

Marco Santiago/ND

Promessa da base azurra, meia Caio César (à esq.) deve ganhar nova chance como titular 

Com apenas um ponto cada, Avaí e Inter precisam vencer para continuar com chances de classificação pelo Grupo B, que tem o Grêmio como líder, com quatro pontos e um jogo a mais que a dupla. O Coritiba, com um ponto e duas partidas, apenas cumpre tabela.

“A gente sabe que é uma competição nova, importante. Será um jogo extremamente decisivo, porque dependendo desse resultado a gente pode não ter mais chances de classificação ou podemos encaminhá-la. É praticamente um jogo de mata-mata”, avaliou o técnico Raul Cabral.

Satisfeito com a atuação da garotada diante do Joinville, o treinador avaiano deve poupar alguns jogadores por conta do desgaste físico provocado pela sequência de jogos, como o meia Diego Jardel. Caio César, outra promessa da base azurra, deve ser o substituto.

“O Diego Jardel vem de uma sequência muito grande, jogou praticamente todas as partidas completas. O segundo tempo dele contra a Chapecoense já foi abaixo da média pelo desgaste. Em Joinville, ele foi no sacrifício, fez o máximo, mas não foi o ideal. Não adianta utilizarmos o atleta abaixo daquilo que ele pode render”, ressaltou Cabral.

O Internacional do técnico Argel Fucks ainda é uma incógnita, mas deve ter os retornos dos volantes Fernando Bob e Rodrigo Dourado e do atacante Eduardo Sasha, poupados no empate em 1 a 1 com o Aimoré, pelo Gauchão.

“É uma equipe forte e rápida, com dois volantes de muita qualidade técnica e boa saída de bola, que são o Fernando Bob e o Rodrigo Dourado. Pode vir uma surpresa ou outra porque ele trocou a formação nas três últimas partidas, mas a gente sabe que aquilo o que vier será uma equipe forte”, ponderou o técnico avaiano.

Meia destaca qualidade de jogadores da casa

O meia Caio César, um dos seis jogadores formados na base azurra que devem iniciar o duelo com o Internacional, ressaltou a qualidade dos atletas da casa.

“Podemos ser jovens, mas temos muita qualidade. Nossa vontade de crescer e amadurecer nos faz crescer pra cima dos adversários”, afirmou o meia, que cumpriu suspensão automática diante do Joinville, pelo Catarinense.

Ficha técnica

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Data: 17/02/2016. Horário: 19h30. Arbitragem: Ronei Candido Alves-MG, auxiliado por Ricardo Júnio de Souza-MG e Leonardo Henrique Pereira-MG.

Internacional

Alisson; William, Paulão, Jackson (Réver) e Artur; Fernando Bob, Rodrigo Dourado, Alex e Marquinhos (Anderson); Eduardo Sasha e Aylon. Técnico: Argel Fucks.

Avaí

Renan; Renato, André, Gabriel, Vitor Costa; Braga, Renato Jr., Caio César, Lucas Chapecó; Romulo e William. Técnico: Raul Cabral.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí

Loading...