Avaí encara adversário indigesto na semifinal do Catarinense

Leão não ganha da Chapecoense desde 2010, mas precisa vencer para encaminhar classificação para final

Daniel Queiroz/ND

Cleber Santana é o destaque do Avaí diante da Chapecoense

Desacreditado até a metade do segundo turno, o Avaí superou a desconfiança após a chegada do técnico Hemerson Maria e chega forte para as semifinais do Campeonato Catarinense. O adversário, no entanto, costuma ser uma pedra no sapato dos avaianos. Atual campeã estadual, a Chapecoense eliminou o Leão na final do returno do ano passado e não perde para o time azurra desde março de 2010.
Para acabar com o jejum de dois anos e largar na frente do duelo, o Avaí quer fazer valer o mando de campo e aposta no bom momento. As duas equipes disputam o primeiro jogo das semifinais neste domingo, às 18h30, na Ressacada.
O Leão da Ilha está definido para o confronto. Com a ausência do zagueiro Renato Santos, que continua se recuperando de uma tendinite no calcanhar esquerdo, Hemerson Maria mantém Cássio entre os titulares.
O treinador ressaltou as qualidades do time adversário e disse que o Avaí precisa ter atenção para não ser surpreendido dentro de casa. “A Chapecoense é uma equipe de qualidade, não apenas nas bolas aéreas. Ganhou muito com a entrada do Athos. O Neném também está num bom momento. É uma equipe rápida, tem dois alas que apóiam constantemente. Temos que nos preparar bem para não sermos surpreendidos. Será um grande jogo e poderá ser decidido nos detalhes”, afirmou.
Mesmo assim, Hemerson Maria confia na força do Leão. Invicto desde que assumiu o time há quatro rodadas (foram três vitórias e um empate no clássico), o treinador acredita que o Avaí tem condições de vencer qualquer adversário se jogar no limite. “Se o Avaí jogar de uma maneira determinada pode vencer qualquer equipe. Mas se os jogadores não derem o máximo, viramos uma equipe normal. E o Avaí não é um time normal, o Avaí é o time da raça e tem que jogar determinado o tempo todo”, ressaltou.

Cleber Santana, goleador e garçom

O meia Cleber Santana pode fazer a diferença a favor do Avaí neste domingo. Maestro do meio campo do Leão e artilheiro do time com cinco gols, ao lado do atacante Felipe Alves, o camisa 10 também é o homem de confiança do técnico Hemerson Maria.
Como garçom ou goleador, o meia costuma ser decisivo em jogos importantes. Foi dele o gol de empate no clássico com o Figueirense e o gol que deu a vitória contra o Joinville na penúltima rodada do returno.
Um dos mais experientes do grupo, o jogador de 31 anos tem tudo para brilhar mais uma vez na Ressacada e ajudar o Leão a dar um importante passo rumo à final do Catarinense.

Zagueiro artilheiro preocupa Avaí

Artilheiro da Chapecoense com sete gols na temporada (seis no Estadual), o zagueiro Fabiano promete incomodar a defesa avaiana. Seja nos escanteios ou em cobranças de falta levantadas na área, o defensor é especialista na bola aérea e pode fazer a diferença pelo lado da Chapecoense.
Foi dele o primeiro gol da equipe em 2012, justamente contra o Avaí, na abertura do Catarinense. No meio da semana, apesar da derrota para o Cruzeiro e da eliminação na Copa do Brasil, o zagueiro artilheiro também deixou sua marca e fez o gol de honra do Verdão em Minas.
A bola aérea é uma das principais preocupações do técnico Hemerson Maria, que treinou intensamente este tipo de jogada durante a semana. “Apesar de reconhecermos que as jogadas aéreas são um ponto forte da equipe adversária, temos que procurar anular a Chapecoense no seu total”, afirmou o treinador do Leão.

Avaí

Diego; Arlan, Leandro Silva, Cássio e Aélson; Bruno, Pirão, Cléber Santana e Robinho; Nunes e Felipe Alves. Técnico: Hemerson Maria.

Chapecoense

Rodolpho; Fabiano, Leonardo e Dema; Rafael Mineiro (João Paulo), Wanderson, Diogo Roque, Athos, Neném e William; Eber. Técnico: Itamar Schülle

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Data: 22/04/2012. Horário: 18h30. Arbitragem: Célio Amorim, auxiliado por Nadine Schramm Câmara Bastos e José Roberto Larroyd.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Avaí