Avaí perde de virada para o Bragantino por 2 a 1 na Ressacada

Os três gols da partida saíram em lances de bola parada

O Avaí perdeu de virada para o Bragantino por 2 a 1 na noite desta terça-feira (22), na Ressacada, pela segunda rodada da Série B de 2014. Antônio Carlos abriu o placar, de cabeça, Fabiano empatou no fim do primeiro tempo e Guilherme garantiu a vitória dos visitantes no segundo tempo. Derrotado na estreia diante do América de Natal, o Leão da Ilha ainda não pontuou no campeonato. Cleber Santana sentiu lesão no começo da partida e foi substituído por Héber. O técnico Pingo tem agora 11 dias até o próximo compromisso. O Avaí volta a jogar no sábado da próxima semana. Enfrenta o Vila Nova, no Serra Dourada.

:: Os principais lances do jogo no tempo real do ND Esportes Lance!Net

Eduardo Valente/ND

Bragantino virou o placar em dois gols com origem na bola parada

A chuva persistente espantou a torcida e a Ressacada recebeu apenas 2.331 torcedores. O Avaí não começou bem e as coisas ficaram ainda mais nebulosas aos seis minutos, quando Cleber Santana sentou no gramado e pediu para sair, indicando lesão na coxa. Pingo colocou Héber em campo, mudando o esquema de jogo do 4-5-1 para o 4-4-2.

Mesmo priorizando a marcação, o Bragantino tomou a iniciativa no início da partida. Aos poucos, no entanto, o Leão se sentiu à vontade em campo, equilibrou o jogo e começou a levar perigo em lances de bola parada. Diego Jardel e Marquinhos cobraram falta com perigo. Depois Héber perdeu gol praticamente embaixo da trave em cobrança de falta do camisa 10 azurra. O gol saiu em outra cobrança de falta de Marquinhos. Antônio Carlos apareceu bem no meio da defesa e mandou para dentro.

:: Veja galeria de fotos

Mas a bola parada também prejudicou o Leão da Ilha. No fim do primeiro tempo, após cobrança fraca, a bola sobrou para Fabiano, que chutou forte para vencer Diego. O gol abalou o Leão da Ilha, que voltou para o segundo tempo apático.

Diego salvou os donos da casa em cabeceio à queima-roupa, mas nada pode fazer quando Guilherme, após cobrança de Pará, testou firme para virar o placar e decretar a terceira derrota seguida de Pingo. 

No fim do jogo, Héber ainda perdeu outra chance ao cabecear por cima. Wilker, chutando cara a cara com o goleiro, também perdeu chance incrível já nos descontos.

AVAÍ (1)
Diego; Bocão, Antonio Carlos, Néris e Eduardo Neto (Eltinho); Abuda, Tinga, Cleber Santana (Héber) e Diego Jardel; Marquinhos e Roberto (Wilker). Técnico: Pingo.

BRAGANTINO (2)
Leandro Santos; Gedeílson (Robertinho), Alex Morais, Guilherme Mattis e Yago; Francesco, Fabiano (Gustavo Carbonieri), Gustavo e Léo Jaime (Marcelo Passos); Tássio e Pará. Técnico: Marcelo Veiga.

Gols: Antônio Carlos, aos 24, e Fabiano, aos 37 do primeiro tempo; Guilherme, aos 39 do segundo tempo. Cartões amarelos: Antônio Carlos (A); Alex Morais, Guilherme, Francesco, Fabiano e Pará (B). Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Arbitragem: Edivaldo Elias da Silva (CBF/PR), auxiliado por Rafael Trombeta (CBF/PR) e Edina Alves Batista (CBF/PR). Público: 2.331 Renda: R$ 25.775. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí

Loading...