Avaí sente ausência de trio punido no Catarinense do ano passado e tenta reverter pena de M10

Julgamento no Pleno do TJD na quinta-feira é a última cartada do jurídico do Leão para liberar Marquinhos antes do clássico

Com apenas dois pontos somados em três jogos e ainda sem vencer no Campeonato Catarinense, o Avaí sofre com a ausência de três peças fundamentais no esquema do técnico Geninho. Titulares absolutos na campanha do acesso à Série A, Marquinhos, Roberto e Eduardo Costa não puderam atuar nas três primeiras rodadas da competição devido a uma punição do TJD/SC (Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina) por conta de uma briga no clássico contra o Figueirense, no Estadual do ano passado.

Na ocasião, Marquinhos pegou um gancho de dez jogos, Roberto foi punido com seis partidas e Eduardo Costa foi suspenso por cinco. O volante já cumpriu seu último jogo de suspensão diante do Atlético de Ibirama, no domingo, mas passou por uma cirurgia no joelho no fim do ano passado e ainda não tem condições físicas de entrar em campo. Já Roberto finaliza sua pena contra a Chapecoense, na quinta-feira, enquanto Marquinhos tem mais quatro partidas a cumprir e só retorna na oitava rodada, no clássico contra o Figueirense.

O departamento jurídico do Avaí ainda tenta reverter a punição ao capitão avaiano. Depois de ter o pedido para que as punições ao trio fossem convertidas em ajudas à comunidade negado pelo TJD no fim de janeiro, os advogados do clube tentam uma última manobra em novo julgamento na quinta-feira. O objetivo do Leão é que o restante da pena de Marquinhos seja substituído por outra forma de punição sugerida pelo próprio tribunal.

O advogado Sandro Barreto está confiante em uma resposta positiva do Pleno do TJD. “O Eduardo já cumpriu toda a pena, o Roberto cumpre o último jogo no dia do julgamento e ficarão faltando apenas mais três partidas para o Marquinhos. Como ele já vai ter cumprido sete jogos, acredito na possibilidade de o tribunal aceitar o cumprimento de uma medida alternativa para o resto da pena”, afirmou.

Geninho deve esboçar equipe que encara a líder Chape nesta terça

Depois da derrota para o Atlético de Ibirama, no domingo, o elenco avaiano se reapresentou nesta segunda-feira, no CFA da Ressacada. Os jogadores que participaram do jogo no Alto Vale fizeram apenas um trabalho regenerativo na academia do clube.

Na tarde desta terça, o técnico Geninho deve comandar um treino tático e começar a encaminhar o time que enfrentará a líder Chapecoense, quinta-feira, na Ressacada. Insatisfeito com a atuação do Avaí na derrota por 1 a 0 para o Atlético, o treinador do Leão sinalizou a possibilidade de mexer na equipe para encarar o Verdão do Oeste.

Sem ritmo de jogo, André Lima deve ficar no banco e Rômulo deve voltar a formar a dupla de ataque com Anderson Lopes. O meio campo, setor mais criticado pelo comandante azurra após o jogo, também deve ter mudanças.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí

Loading...