Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


CUIABÁ 2  X 1 AVAÍ: Nota dos jogadores e avaliação do treinador Bruno Gonçalo

A notas dos jogadores do Avaí e avaliação do treinador Bruno Gonçalo na partida diante do Cuiabá. Arena Pantanal, Cuiabá. 24ª rodada da Série B de 2020

GLÉDSON – Falhou bisonhamente no gol do Cuiabá. Goleiro não pode rebater a bola para o meio da área. E no fim caiu atrasado no gol da vitória do adversário.  NOTA 3

ALEMÃO – Lento, tomou várias bolas nas costas. O primeiro gol do Cuiabá surgiu ali no seu setor. Compensou em uma bela cobrança de pênalti.  NOTA 5

ALAN COSTA – Eficiente na proteção da área. Mas quase entregou no final da partida.  NOTA 6

AIRTON – Não comprometeu, mas não conseguiu explorar no ataque a sua bola aérea. NOTA 6

RAMON –  Prata da casa, precisa de mais personalidade para se soltar. Ou melhor, precisa de mais talento e vontade de jogar.  NOTA 4

(ZÉ MARCOS) – Foi melhor que o Ramon, o que não era uma tarefa assim tão difícil. NOTA 5

RALF (C) – Jogo sério na parte defensiva. O mesmo Ralf de sempre. Até tentou um chute na segunda etapa.  NOTA 7

JEAN MARTIM – Não conseguiu ser tão eficiente como nas suas outras apresentações. Deste jogador se espera sempre mais participação. NOTA 6

(VALDÍVIA) – Entrou descansado, mas mesmo assim não consegue ser o camisa 10 que o Avaí espera. NOTA 5

PEDRO CASTRO – Uma atuação discreta. Até lembrou aquele Pedro Castro, não tem? Mais preocupado em desarmar do que servir bolas para os atacantes no setor de ataque. NOTA 5

GETÚLIO – Não se omitiu, correu e saiu cansado. Mas o maior mérito foi ter cavado um pênalti que não existiu. NOTA 7

(JONATHAN) – Jovem, entra descansado e escorrega sozinho na entrada da área. Difícil. NOTA 4

RÔMULO – Enquanto teve fôlego, participou muito do jogo. NOTA 5

RONALDO   – Não acrescentou nada a sua participação na partida. Pelo contrário, até atrapalhou algumas jogadas.  NOTA 3

(RODRIGÃO) – Visivelmente fora de forma, ainda não “estreou” com a camisa do Avaí. NOTA 4

BRUNO GONÇALO. Auxiliado pelo Gabriel Bussinger, a dupla de jovens treinadores não conseguiu fazer o time do Avaí jogar. Iniciou a escalação com o atacante Ronaldo (e mais o Getúlio e o Rômulo). Na teoria, um time ofensivo. Mas não adiante se o meio não faz essa bola chegar até na frente. As alterações não deram resultado.

CUIABÁ – Um time cheio de problemas e desfalques que vai usar esse jogo diante do Avaí para marcar a retomada na luta pelo acesso para à Série A.

. – Foto: .. – Foto: .