Diego Jardel busca um recomeço no Avaí em 2014

Meia não desempenhou o futebol que era esperado na Série B do ano passado

O técnico Emerson Nunes ganhou um reforço no treinamento de ontem, no CFA da Ressacada. Com os seis jogadores que se destacaram na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Avaí está com um elenco de 34 atletas, sendo 14 deles formados no clube. Cabe aos mais experientes do grupo, como Eduardo Costa, Cleber Santana e o ídolo Marquinhos Santos, passar experiência para os jovens talentos do Leão da Ilha. Aos 24 anos, o meia Diego Jardel não tem a mesma estrada do que os medalhões, mas quer contribuir para o desenvolvimento desses jogadores, além de se firmar de vez no Avaí.

Divulgação/Avaí

Diego Jardel quer deixar a reserva e se garantir entre os titulares do Leão

Jardel chegou ao Leão após duas temporadas no Camboriú. O meia se destacou por ser o articulador do time, chamando a atenção do Avaí. Na Série B, alternou bons e maus momentos, incluindo lesões que o deixaram fora dos gramados por algumas rodadas. Trabalhando forte na pré-temporada, Diego Jardel quer ser ídolo do Leão. “Sei que a minha hora vai chegar. O Marquinhos é ídolo do Avaí e espero chegar lá, quem sabe ser o sucessor dele. Sou daqui da terra também e estou na melhor idade para a parte técnica, física e mental. Quero aproveitar ao máximo esse ano e ajudar o Avaí a conquistar os seus objetivos”, comentou.

Os novos companheiros de Diego Jardel são o goleiro Duda, os zagueiros Marcão e Felipe Maia, o volante Braga, o meia Zangão e o atacante Iury. Dos quatro goleiros do Avaí, três vieram das categorias de base do clube – Aleks, Vítor e Duda. O meia deu uma dica para o sucesso dos colegas: escutar os mais velhos. O próprio Diego Jardel já foi beneficiado pela experiência dos veteranos do time. “Eles podem trazer muita experiência a cada palavra, incentivo que darão, como também já passaram quando cheguei. Isso é muito importante para o crescimento deles no futebol. Que eles possam vir nos ajudar”, declarou.

Avaí negocia com atacante

O Avaí ainda busca fechar com um atacante pra a disputa do Catarinense. Roberto, que começou no Figueirense, mas teve boa passagem pelo Leão entre 2009 e 2010, interessa, mas o clube está negociando com Paulo Sérgio, de 24 anos, outro ex-alvinegro. O jogador estava no Paraná, onde marco seis gols na Série B. Cria das categorias de base do Flamengo, nunca se firmou no time principal, sendo emprestado para Estoril (Portugal), Náutico e Operário, além do Figueira, em 2009. Roberto está na Coreia do Sul.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí

Loading...