Escudo: Chapecoense
CHA Chapecoense
Escudo: Avaí
AVA Avaí
Arena Condá - 18/08/2019 às 19h00

Avaí perde para Chapecoense 1 a 0, mantém sua sina e vê permanência na Série A distante

Mesmo de volta ao palco da sua última vitória na temporada, Leão da Ilha não conseguiu vencer uma não menos desesperada Chapecoense; distância para fora do G4 é de oito pontos

O Avaí segue sua sina. Em duelo válido pela 15ª rodada da Série A o Leão da Ilha foi a Chapecó, palco da sua última vitória – no longínquo 7 de abril – e foi derrotado por 1 a 0, gol de pênalti do centroavante Everaldo. O time segue afundado na última colocação e a Chape, com o resultado, chegou a 13 e subiu ao 17º, um ponto atrás do Cruzeiro.

Leia mais

Chapecoense e Avaí entraram em campo para fechar a rodada, mas também, para deixar a precária condições de últimos colocados da competição. Com a vitória do CSA, mais cedo, a Chape caiu mais uma posição na tabela de classificação.

Ambos, donos de jejuns pesados, também viam no duelo particular a chance de quebrar uma sequência ruim e dar início a reabilitação no campeonato.

O jogo:

Apesar dessa necessidade de vitória o jogo entre os catarinenses foi de muito estudo, muito passe errado e muita falta. Ou seja, jogo ruim, ao menos, nos primeiros movimentos. Apesar de uma ou outra chance por ambos os lados, o primeiro tempo encerrou com a sensação “obrigatória” de empate sem gols.

Lance durante a partida entre Chapecoense SC e Avaí SC, válida pela Série A do Campeonato Brasileiro 2019, no Estádio Arena Condá, em Chapecó (SC) – Tarla Wolski/Estadão ConteúdoLance durante a partida entre Chapecoense SC e Avaí SC, válida pela Série A do Campeonato Brasileiro 2019, no Estádio Arena Condá, em Chapecó (SC) – Tarla Wolski/Estadão Conteúdo

Ao final do primeiro tempo a situação foi brevemente resumida por Caio Paulista: “equipes se portando bem, mas clássico é sempre no detalhe”.

Na segunda etapa o cenário se manteve semelhante. Muitas faltas, muitos passes errados e um jogo truncado. Como prevera Caio Paulista, o jogo contou com um detalhe crucial pouco antes dos 30 minutos.

Everaldo foi lançado e acabou derrubado pelo zagueiro Betão dentro da área. Pênalti que o camisa 77 bateu e fez. Oitavo gol dele na Série A, vice-artilheiro da competição atrás de Gabriel Barbosa, do Flamengo, o Gabigol.

Apesar do esforço dos atletas e as movimentações de Alberto Valentim, o panorama se manteve. Chapecoense respira com os três pontos e o Avaí chega ao 19º jogo sem vitória seguido nessa temporada.

Próxima parada:

O Avaí recebe o Corinthians, às 19h, no estádio da Ressacada, no outro domingo. A Chapecoense, por outro lado,  joga um dia depois, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro.

Ficha técnica:

Chapecoense: Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Campanharo (Amaral), Augusto (Renato Kayzer) e Camilo (Aylon); Arthur Gomes e Everaldo. Técnico: Emerson Cris.

Avaí: Vladimir; Iury (Gegê), Betão, Marquinhos e Igor Fernandes; Richard Franco (Douglas), Pedro Castro, Lourenço, João Paulo (Bruno Sávio) e Caio Paulista; Brenner. Técnico: Alberto Valentim.

Gols: Everaldo (27/2T)

Local: Arena Condá, em Chapecó-SC. Data: 18/08/19. Hora: 19h

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA-SP); auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP).

Lances da partida

+ Avaí