Escudo: Náutico
NAU Náutico
Escudo: Avaí
AVA Avaí
Estádio dos Aflitos - 05/11/2020 às 19h15

Avaí marca nos acréscimos e só empata com o Náutico

Avaí saiu na frente com gol de Jonathan, mas recuou demais e acabou sofrendo a virada; Alan Costa, aos 47' do segundo tempo, diminuiu o prejuízo para o Leão da Ilha

O Avaí arrancou um empate com o Náutico, na noite desta sexta-feira (6), no estádio dos Aflitos, no Recife (PE). O Leão da Ilha até saiu na frente no placar, mas tomou a virada depois de recuar demais. Alan Costa, aos 47′ da etapa final, conseguiu empatar e diminuir o prejuízo.

Avaí enfrenta o Náutico, pela primeira rodada do returno; empate teve contorno histórico, mas sentimento é de que o jogo era para vencer – Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem/Estadão ConteúdoAvaí enfrenta o Náutico, pela primeira rodada do returno; empate teve contorno histórico, mas sentimento é de que o jogo era para vencer – Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem/Estadão Conteúdo

História do jogo

Olhar para frente. Não interessa se a temporada, até aqui, é marcada por mais tristezas que alegrias no Sul da Ilha de Santa Catarina. Pouco importa se a campanha nessa Série B ainda não é a do sonho do torcedor, da comissão técnica e dos atletas.

O fato é que, dessa sexta-feira até o final de fevereiro, serão 19 rodadas para que as metas sejam cumpridas dentro da ingrata Segunda Divisão nacional.

Com 45% de aproveitamento é fato que o Avaí precisa melhorar seu desempenho para beliscar uma vaga na elite do futebol nacional em 2020.

Mas também é fato que, nesse momento, há tempo hábil para tal. Nada melhor, ou mais animador, que abrir o segundo turno da competição com uma vitória.

O adversário, apesar de toda a tradição no cenário nacional, chegou um tanto devastado por uma crise técnica e financeira.

A chance para a vitória?

Gol “sem querer”

A primeira etapa apresentou um duelo aberto. Antes de qualquer coisa, Náutico e Avaí proporcionaram um encontro aberto e, de duas equipes, em busca da vitória a todo instante.

O torcedor – das duas camisas, ou não – foi brindado com um bom jogo no histórico gramado dos Aflitos. Ao menos na etapa inicial.

O gol do Avaí foi marcado aos 18’ quando Jonathan, de volta ao time titular, tentou o cruzamento do lado direito e ela passou por todo mundo e morreu no fundo da rede de Jeferson. Festa do jovem do Leão que marcou seu primeiro gol na Série B.

Até ali o Avaí, inclusive, tinha feito por merecer a vantagem no placar. O gol, no entanto, “puxou” o Leão para dentro do seu campo e foi o que o Náutico precisava para tomar conta das ações da partida.

Virada e empate nos acréscimos

O intervalo “escondeu” o time do Avaí. Com duas trocas em função de problemas médicos, o técnico Geninho voltou para a segunda etapa sem Iury e Jonathan, autor do gol, depois de acusarem dores nos respectivos joelhos.

O Náutico, que nada teve a ver, manteve a postura do término da primeira etapa e martelou o Avaí. O empate, como era de se imaginar, não demorou. Kieza foi lançado as costas da defesa, entrou na área, cortou Alan Costa e mandou forte, sem chance para Lucas Frigeri.

Avaí enfrenta o Náutico, pela primeira rodada do returno – Foto: Caio Falcão/CNC/divulgaçãoAvaí enfrenta o Náutico, pela primeira rodada do returno – Foto: Caio Falcão/CNC/divulgação

O gol não só não “acordou” o Avaí como incendiou o time da casa que seguiu apertando o Leão da Ilha. Sem força e sem conseguir encaixar um contra-ataque, o Avaí passou a flertar com a derrota.

A postura, como era de se prever, foi “premiada”. Paraguaio Guilhermo Paiva, poucos minutos depois de entrar, aproveitou um hectare de espaço entre o ataque e a defesa do Leão e arriscou de longe: a bola resvalou em Ralf morreu no fundo da rede de Lucas Frigeri.

Foi quando tudo parecia perdido que Alan Costa achou um gol. Aos 47’ Valdívia levantou uma bola na área a defesa não tirou e Alan Costa, sem deixar ela cair, pegou mascado e mandou no canto de Jeferson.

Se não foi o resultado ideal, ao menos a derrota foi salva.

Próxima parada

O Avaí, na próxima rodada, recebe o Paraná Clube, dentro da Ressacada, na sexta-feira. O Náutico, por outro lado, encara o Operário em Ponta Grossa-PR, também na sexta-feira.

FICHA TÉCNICA

Náutico: Jefferson; Yago Rocha (Hereda), Rafael Ribeiro, Ronaldo Alves e Willian Simões; Rhaldney (Paiva), Jhonnatan (Djavan) e Jorge Henrique (Alvaro); Marcos Vinícius (Jean Carlo), Kieza e Vinícius. Técnico: Gilson Kleina.

Avaí: Frigeri; Iury (Felipe), Betão, Alan Costa e João Lucas (Zé Marcos); Leandrinho (Ralf), Jean Martim, Pedro Castro (Jaú); Rômulo, Jonathan (Valdívia) e Ronaldo. Técnico: Geninho.

Gols: Jonathan (18/1T); Kieza (9/2T)

Cartões amarelos: (NAU); Pedro Castro, Valdívia (AVA)

Arbitragem: Leandro Ferreira Lima (PR); auxiliado por Rafael Trombeta (PR) e João Fábio Machado (PR).

Local: estádio dos Aflitos, em Recife (PE). Data: 06/11/20.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Lances da partida

+

Avaí

Loading...