FOTO: Torcedor do Avaí ‘eterniza’ gol de cobertura de Marquinhos contra o Figueirense

Partida válida pela Série B ficou marcada também como o primeiro gol do ídolo avaiano no clássico de Florianópolis

A vitória do Avaí contra o Figueirense pela 14ª rodada da longínqua Série B de 2013 ficou marcada pelo primeiro gol de Marquinhos em clássicos de Florianópolis defendendo o Leão da Ilha.

Marquinhos marca segundo gol da vitória do Avaí contra o Figueirense pela Série B de 2013 – Foto: Jamira Furlani/Avaí/NDMarquinhos marca segundo gol da vitória do Avaí contra o Figueirense pela Série B de 2013 – Foto: Jamira Furlani/Avaí/ND

Se não bastasse, o meia ainda anotou o segundo de cobertura e sacramentou o placar de 3 a 1 em pleno estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Aquele jogo do dia 10 de agosto de 2013 ficou marcado na memória dos torcedores.

Quase nove anos depois, Igor Soares é um dos avaianos que estava nas arquibancadas do estádio do Figueirense e resolveu eternizar o lance do hoje gerente de futebol do clube na pele.

Torcedor acompanhado de amigos em jogo do Avaí no ScarpelliIgor Soares (esquerda) foi acompanhado de outros dois amigos ao clássico no estádio Orlando Scarpelli – Foto: Arquivo Pessoal/ND

“Eu sempre tive vontade de fazer uma homenagem para o Avaí e para o Marquinhos, que é ícone do Leão da Ilha e representa muito para Florianópolis”, relata.

No entanto, a ação ganhou repercussão através da internet por conta da postagem do Avaí no seu perfil oficial e a chegada da imagem até o seu ídolo.

“Um amigo nosso em comum passou a foto para o meu irmão que me enviou. Eu segui o Igor, curti a foto e coloquei no meu Instagram. O André [Palma Ribeiro, fotógrafo do Avaí] já público nas redes sociais do clube e deu nisso”, explica Marquinhos.

O avaiano, morador de São José, na Grande Florianópolis, também relata que o engajamento e reconhecimento do ex-atleta foi uma surpresa.

“Eu não esperava a proporção e muito menos que o Marquinhos iria me mandar uma mensagem agradecendo. Recebi diversas mensagens de pessoas falando que quer ver pessoalmente, que também querem fazer homenagens e dizem que o Neneca sonha até hoje com o Marquinhos”, brinca o torcedor.

Marcos Vicente dos Santos, natural de Biguaçu, na Grande Florianópolis, foi revelado e disputou 400 jogos defendendo o clube do Sul da Ilha de Santa Catarina pela equipe profissional.

Apesar de todo o reconhecimento pelo período em campo, ele afirma que ainda não tem dimensão da importância da sua carreira na vida dos torcedores.

“Eu só queria jogar futebol e não sabia que iria virar tudo isso que virei. Só pensava em dar um presente pro meu pai e minha mãe. Meu pai jogava bola e queria realizar o sonho dele de ser profissional. Eu só queria me divertir e a gente não tem noção do que é hoje, na verdade. Não sabe até onde vai a paixão do torcedor e ser ídolo de algumas pessoas é gratificante”, ressalta Marquinhos.

Dia da partida no Orlando Scarpelli

Na época, o Avaí se encontrava seis pontos atrás do Figueirense na tabela da Série B e a vitória seria importante também para se distanciar da zona de rebaixamento.

Na ocasião, o Leão da Ilha tinha em Marquinhos, usado como centroavante pelo técnico Hemerson Maria, a esperança de sair da casa do adversário com os três pontos.

“Mesmo quando começa o jogo e fico a milhão, mas eu sou muito tranquilo. Vencer o clássico dá uma vida nova. Lembro bem que eu, Eduardo [Costa], Kleber e o goleiro Diego falamos que o jogo era nosso, partida de jogador grande. Claro que depois que começa é outra coisa, mas antes disso demonstramos muita força e personalidade dentro de campo e que poderia dar a bola para a gente. Foi uma emoção muito grande ver o primeiro e o segundo gol”, relembra.

“Taca-le o pau, Marcos”

Em meados de 2014, o vídeo de maior suceso da internet, criado pelos primos Leandro e Marcos, de Gaspar e do Rio do Campo, em Santa Catarina era o “Taca-le o pau, Marcos” e serviu como inspiração para um torcedor recriar a narração do gol de Marquinhos.

Ficha técnica

Figueirense: Neneca; André Rocha, Bruno Pires, Guti e Wellington Saci; Nem, Maylson, Hildo (Botti) e Tchô (Ricardinhos); Rafael Costa e Ricardo Bueno. Técnico: Adilson Batista.

Avaí: Diego; Ricardinho (Vinícius Bovi), Alex Lima, Bruno Maia e Aelson; Eduardo Costa, Rodrigo Thiesen, Diego Jardel, Cléber Santana e Marquinhos (Tauã); Márcio Diogo (Beto). Técnico: Hemerson Maria.

Arbitragem: Heber Roberto Lopes foi o responsável por apitar o jogo. Eberval Lodetti e Helton Nunes foram os auxiliares.

Gols: Marquinhos (20/1T e 36/2T), Cléber Santana (37/1T) e Wellington Saci (45/1T).

Local: Estádio Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC).

Data: 10 de agosto de 2013.

Horário: 16h20.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí

Loading...