Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


O treinador Claudinei Oliveira minimizou as saídas e as carências do elenco atual do Avaí.

O treinador Claudinei Oliveira concedeu entrevista nesta quinta(18) no estádio da Ressacada. Falou sobre o o medo da pandemia, a saída do Rômulo e minimizou as saídas do elenco.

O treinador Claudinei Oliveira concedeu uma entrevista coletiva nesta quinta(18)  no estádio da Ressacada. Iniciou demonstrando a sua preocupação com a pandemia e com os números crescentes da contaminação da Covid-19, “não tem como a gente não pensar neste problema” refletiu o técnico do Leão da Ilha.  Sobre as saídas de alguns jogadores do elenco, Claudinei minimizou a situação: “O Avaí tem um elenco, não precisa contratar 16, 17 jogadores, isso dá uma tranquilidade para que buscar as peças”. E completou dizendo que o “Avaí tem pouca margem de erro nas contratações”, ressaltando o orçamento financeiro do clube.

Claudinei acredita no atual elenco, mas pede um substituto para o Rômulo – Foto: Reprodução/TV AvaíClaudinei acredita no atual elenco, mas pede um substituto para o Rômulo – Foto: Reprodução/TV Avaí

Mesmo não sendo exatamente a sua intenção, Claudinei Oliveira criticou indiretamente o planejamento do início da temporada de 2020 onde “cada dia era feito o anúncio de uma nova contratação e no fim, os resultados esperados não aconteceram”. Mais preciso, impossível. Sobre o Rômulo, Claudinei Oliveira deixou muito claro que a saída do atacante para o futebol árabe será bastante sentida no sul da ilha, enalteceu as suas qualidades e alertou que o departamento de futebol vai ter de trabalhar com competência para achar um jogador no mercado um jogador com as características do artilheiro.

O treinador avaiano, e assim como toda a torcida, sabe que o departamento de futebol errou nas contratações dos atuais atacantes que estão na Ressacada. Tirando os da base, como Getúlio, por exemplo, nenhum desses que vieram, conseguiram acrescentar alguma coisa de qualidade.