Seis clubes brigam por três vagas nas semifinais do Catarinense

Avaí precisa vencer o Metropolitano para passar tranquilo. Só o Figueirense já tem vaga garantida na fase final

Arte Mendes/ND

A rodada do último domingo colocou ingredientes especiais na reta final do Catarinense. A “pimenta” ficou por conta das derrotas em casa de Criciúma e Chapecoense, frente à Metropolitano e Atlético de Ibirama, respectivamente. As duas equipes do Vale do Itajaí, que estavam meio sem sal e disputavam entre si a vaga na Série D, agora podem figurar entre os quatro times que vão compor o “molho” das semifinais. Seis clubes disputam as últimas vagas.

Quem já está na fase eliminatória, “marinando” em fogo baixo, é o Figueirense. Garantido na primeira posição da classificação geral, o Alvinegro recebe o Camboriú domingo, no Orlando Scarpelli, e leva o caneco do returno, se vencer — o clube foi campeão do primeiro turno.

O Avaí está quase “ao ponto” depois da boa sequência com o técnico interino Hemerson Maria. As duas vitórias e o empate no clássico deixaram o Leão em terceiro no geral, com 29 pontos. Pela frente, tem o Metropolitano, em Blumenau, que possui o mesmo número de pontos. O empate seria de amargar para ambos, pois os dois dependeriam de tropeços de Criciúma e Joinville para se classificarem.

O Coelho joga em sua “cozinha”, na Arena Joinville, contra o rebaixado Brusque. A equipe do técnico Argel Fucks precisa da vitória para se classificar.

No Oeste, Chapecoense e Criciúma reeditam a final do ano passado, com o mesmo clima de decisão. O Tigre está em desvantagem: é sexto colocado no geral, com 27 pontos, e só vai às semi se ganhar. Já o Verdão joga pelo empate. Se perder, poderá ser superado na tabela por Avaí ou Metrô, Joinville e até o Atlético de Ibirama. Time que tem o mesmo número de pontos do Criciúma e enfrenta o rebaixado Marcílio Dias, em casa.

As várias possibilidades de resultados deixam a última rodada como um prato especial, e quem saboreia esta reta final emocionante do Catarinense é você, torcedor.

 

Returno
As chances de cada um

Figueirense – Com 37 pontos, o primeiro lugar na classificação geral é seu. Se vencer o Camboriú no Orlando Scarpelli, leva ainda o Returno. Só Joinville, Criciúma e Avaí podem alcançá-lo nesta fase.

Chapecoense – Joga em casa contra o Criciúma. Vitória ou até um empate garante a vaga, mas se perder… Além do Criciúma, Joinville, Atlético de Ibirama e Avaí ou Metropolitano podem superá-lo.

Avaí – Depende só de si para passar. O empate em Blumenau colocaria a vaga na dependência de derrota de Joinville e Criciúma.

Metropolitano – Tem o jogo da vida no domingo. Está dois pontos na frente do Atlético de Ibirama, com quem disputa pela vaga na Série D. Um empate seria arriscado.

Joinville – Tem uma missão fácil pela frente: vencer um time rebaixado em casa. O Brusque não deve encarar desta forma e pode complicar para o Coelho.

Criciúma – Se perdeu no final do returno e agora precisa vencer na Arena Condá para ir às semifinais. Mesmo assim, só depende dele para classificar.

Atlético de Ibirama – Fazer o dever de casa de bater o Marcílio Dias é essencial, mas não o suficiente. Precisa torcer para derrotas de Criciúma, Joinville e Metropolitano ou Avaí.

Critérios de desempate: número de vitórias, saldo de gols, gols pró, confronto direto, menor número de cartões vermelhos, menor número de cartões amarelos e sorteio. 

+

Avaí