Sem marcar há 14 jogos, Getúlio vê ‘sombra’ de Jonathan crescer no Avaí

Camisa 9 vem entrando no segundo tempo das partidas e tendo boas atuações; parte física pode explicar a reserva

O técnico Claudinei Oliveira vive um dilema no Avaí. Em meio a seca de gols do atacante Getúlio, cresce a cobrança da torcida por uma possível titularidade do jovem Jonathan, que vem entrando no segundo tempo das partidas e fazendo bons jogos pela equipe Azurra.

Getúlio cumprimenta Jonathan ao ser substituídoGetúlio deixa o campo para a entrada de Jonathan contra o Vila Nova – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C

O camisa 99 do Leão não marca há exatos 14 jogos. O último tento anotado pelo atacante foi há mais de três meses, contra o Figueirense, ainda na terceira rodada do Campeonato Catarinense na vitória por 1 a 0 na Ressacada.

Ao todo, Getúlio soma 16 jogos na temporada com dois gols marcados. Vale ressaltar que ele se machucou na partida contra o Metropolitano no início de abril pelo Estadual, voltando a campo apenas 21 dias depois contra o Próspera.

Júnior Dutra

Outro jogador que vem sofrendo críticas da torcida é o atacante Júnior Dutra. Desde o retorno ao Avaí em 2021, o atacante marcou apenas um gol em 11 partidas disputadas pelo clube.

Contra o Athletico-PR, pela Copa do Brasil, na avaliação de Claudinei Oliveira, o camisa 11 teria feito sua “melhor partida desde o retorno ao Leão”.

Júnior Dutra comemora gol contra o CascavelJúnior Dutra comemora gol contra o Cascavel pela Copa do Brasil – Foto: André Palma RIbeiro/Avaí F.C

Vale ressaltar que Júnior Dutra vinha atuando como centroavante, com Getúlio jogando na ponta direita. No entanto, contra o Athletico-PR, Claudinei Oliveira optou por uma mudança tática invertendo ambos.

Pedidos por Jonathan

O “lobby” por Jonathan cresceu após o camisa 9 ser decisivo na partida de ida contra a equipe paranaense pela Copa do Brasil. Com poucos minutos em campo, o centroavante recebeu entre quatro jogadores dentro da área, girou e bateu no canto do goleiro Santos para decretar o 1 a 1 no placar.

No último domingo (6), o jogador voltou a entrar nos minutos finais da partida, e obrigou o goleiro Georgemy, do Vila Nova, a fazer duas grandes defesas já nos acréscimos para evitar a vitória do Leão.

Parte física pode ser explicação

O técnico Claudinei Oliveira foi questionado após a partida da Copa do Brasil sobre uma possível titularidade de Jonathan. Na ocasião, o técnico deixou no ar que a parte física pode explicar tal fato.

Jonathan, entre quatro marcadores, finaliza para empatar a partida contra o Athletico – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.CJonathan, entre quatro marcadores, finaliza para empatar a partida contra o Athletico – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F.C

“Às vezes optamos por um jogador que consiga aguentar o jogo todo. Não que o Jonathan não possa, ele está evoluindo. Está melhorando em questão de intensidade, está competindo mais, sendo mais dinâmico e buscando seu espaço”, explicou o treinador na ocasião.

“Eles [Dutra e Getúlio] não estão fazendo gols, mas já fizeram. Dutra marcou como 9 contra o Cascavel, Getúlio já fez gol que praticamente garantiu o acesso em 2018. Ninguém está insensível ao aproveitamento do Jonathan, que é muito bom. Se em algum momento os outros derem brecha, nada impede ele de ser titular”, concluiu o técnico.

Apesar de entre os três, o camisa 9 ser o com mais jogos, é o que tem a menor minutagem em campo.

Compare os números

  • Getúlio: 16 jogos (14 como titular) | 2 gols | 1141 minutos em campo
  • Júnior Dutra: 11 jogos (10 como titular) | 1 gol | 662 minutos em campo
  • Jonathan: 19 jogos (4 como titular) | 3 gols | 558 minutos em campo

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí