Série B: Avaí recua, cede o empate e tropeça diante do Vila Nova

Avaí foi superior na maior parte do tempo mas, depois de abrir o placar, recuou demais e viu o adversário empatar o jogo; time de Claudinei ainda não venceu na Série B

O Avaí até saiu na frente no placar, mas voltou a recuar demais e só empatou com o Vila Nova, na noite deste domingo (6), em Florianópolis. O jogo foi válido pela 2ª rodada da Série B e, com o resultado, deixou o time de Florianópolis ainda sem vencer na competição.

Renato, do Avaí, autor do passe para o gol de Bruno Silva – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FCRenato, do Avaí, autor do passe para o gol de Bruno Silva – Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

História do jogo

Com a bola rolando o Avaí confirmou seu protagonismo. Se não conseguiu ser brilhante, em nenhum momento, o time azurra se impôs como o mandante. Ao final dos primeiros 45 minutos fechou com 12 chutes em direção a meta adversária.

Se viu a posse de bola equilibrada, manteve sempre suas linhas no campo do adversário que não conseguiu contra-atacar. Lourenço, um dos (improváveis) destaques do momento avaiano que ostenta o título estadual, foi o jogador mais lúcido arquitetar as principais jogadas do Avaí.

Em um dos lances o polivalente camisa 97, com um tapa, deixou o atacante Renato, de frente para o gol adversário, perder tempo e desperdiçar uma chance clara de abrir o placar.

Gol cedo

Se o primeiro tempo a superioridade não foi transformada em vantagem no placar, foi só virar a segunda etapa para que o time da casa fosse recompensado.

Bruno Silva sai para comemorar o seu gol anotado no começo do segundo tempo – Foto: Frederico Tadeu/Avaí FCBruno Silva sai para comemorar o seu gol anotado no começo do segundo tempo – Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

Jogada pela direita onde a bola chegou em Renato. Ele dominou e, próximo a linha de fundo, cruzou com perfeição dentro da área onde Bruno Silva, como elemento surpresa, testou para o fundo da rede de Georgemy. Placar aberto e vantagem para o time da casa.

Recuo perigoso

Apesar da vantagem no desempenho e no placar, o Avaí recuou seu time e viu o Vila Nova ameaçar. Claudinei Oliveira respondeu com as entradas de Valdívia e Jonathan.

O efeito acabou sendo o contrário. Além de perder força na frente,  o Avaí passou e mostrar vulnerabilidade atrás.

O recuo e perda da força defensiva resultou em uma situação quase óbvia: empate do Vila Nova.

Boa jogada pelo lado esquerdo do time de Wagner Lopes onde a bola chegou em Renan Mota, ex-Figueirense, empurrar para a rede de Gledson que estava batido no lance. Empate e balde de água fria no time de Claudinei Oliveira.

O centroavante Jonathan, em dois lances, quase passou o Avaí a frente. Em ambas ele parou no goleiro Georgemy que operou dois “milagres” para o time visitante.

Faltou tempo e futebol para o Avaí que ainda não venceu na Série B.

Próxima parada

O Avaí entra em campo, no próximo domingo (13), em duelo catarinense da Série B: encara o Brusque, mais uma vez, no estádio da Ressacada.

Já o Vila Nova entra em campo um dia antes, contra o CSA, em Goiânia (GO).

FICHA TÉCNICA

Avaí: Glédson; Diego Renan, Alan Costa, Alemão e João Lucas; Bruno Silva, Serrato (Jean Martim) e Lourenço (Valdívia); Renato (Wesley), Getúlio (Jonathan) e Vinícius Leite (Jô). Técnico: Claudinei Oliveira.

Vila Nova: Georgemy; Pedro Bambu, Renato, Walisson Maia (Ricardo Lima) e Willian Formiga; Dudu, Arthur Rezende e João Pedro (Cardoso); Kelvin, Pedro Júnior (Renan Mota) e Henan (Fernandinho). Técnico: Wagner Lopes.

Gols: Bruno Silva (3/2T); Renan Mota (38/2T)

Cartões amarelos: Renato, Bruno Silva, Serrato, Valdívia (AVA); Walisson Maia, Renato (VIL)

Arbitragem: Salim Fende Chavez (SP); auxiliado por Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Evandro de Melo Lima (SP).

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC). Data: 06/06/21

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Avaí