Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Torcedores e torcedoras do Avaí: da alegria à decepção.

Após boa partida na estreia diante do Náutico, Avaí perde para o Paraná no jogo seguinte e deixa o torcedor avaiano frustrado por não entender a opção do treinador Geninho por 3 zagueiros.

Geninho mexeu no Avaí e perdeu em Curitiba para o Paraná- Foto: Rui Santos/Paraná Clube

No Avaí, bastou apenas duas rodadas para que o estado emocional do torcedor passasse da euforia para a decepção. E não dá para tirar a razão da torcida. Diante do Náutico um futebol envolvente e rápido e sem invenções. O chamado “feijão com arroz”.

No jogo seguinte, o Geninho inventa um esquema com 3 zagueiros forçando a entrada do Betão que há muito está devendo uma boa partida. A verdade é que o Avaí se acovardou diante do Paraná que já comemorava o empate.

E diz o ditado que quem medo “se enterra vivo”.

+

Fábio Machado