Atacante do Brusque ‘some’ às vésperas de duelo pela Série B

Maurício Garcez saiu da cidade sem avisar o clube pela segunda vez consecutiva; diretoria acredita que o atleta tenha recebido sondagens de outros times e está forçando a rescisão contratual

O atacante do Brusque Futebol Clube, Maurício Garcez, deixou o Vale do Itajaí pela segunda vez consecutiva sem avisar a diretoria da equipe. O sumiço do atleta de 24 anos acontece às vésperas do confronto diante do Londrina, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Garcez também deixou de se reapresentar antes da estreia do clube na competição, contra a Ponte Preta. Na oportunidade ele viajou a São Luiz, no Maranhão, e também não comunicou o clube.

Garcez marcou o primeiro gol da Vitória do Brusque – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FCGarcez marcou o primeiro gol da Vitória do Brusque – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

A atitude do atacante deixou a diretoria do Brusque extremamente insatisfeita. Os dirigentes acreditam que o atleta, que tem contrato até dezembro de 2024, tenha recebido sondagens de outros clubes e está forçando uma possível rescisão contratual.

De acordo com o vice-presidente do clube, Carlos Beuting, a diretoria definiu que não irá liberar qualquer atleta sem o pagamento da multa rescisória.

“O Brusque tem pretensões importantes dentro do Campeonato Brasileiro. O Brusque não é barriga de aluguel e tem que ser respeitado como entidade”, disse Beuting.

Ainda segundo o vice-presidente, o clube conversou com jogador, empresário e triplicou o salário do atleta. A diretoria ainda sugeriu que ele trouxesse a família para Brusque. No entanto, de acordo com Carlos Beuting, o atacante nunca se manifestou de maneira positiva.

“Nós da diretoria temos certeza que ele tá sendo influenciado por alguém.  Não sabemos por quem, mas é um consenso dentro da diretoria. Ele está sendo orientado, isso não é coisa só da cabeça dele. A gente lamenta, né? Porque é um menino novo é um atleta promissor e tá tomando esse tipo de atitude”, pontuou o vice-presidente.

A diretoria do Brusque informou ainda que vai aguardar os prazos necessários e poderá alegar abandono de emprego.

“Nós não vamos admitir qualquer ato de indisciplina, seja de quem for. A gente lamenta muito, mas fomos até nosso limite. […] Vale lembrar que seis meses atrás ninguém o conhecia, o Brusque deu vitrine, deu oportunidade, deu calendário, deu um excelente salário, deu condição de trabalho e agora criaram essa situação”, disparou.

O Brusque enfrenta o Londrina neste sábado (5), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Série B. A partida está marcada para às 11h, no Estádio do Café, no Paraná.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Brusque FC