Brusque dá passo para tirar estádio próprio do papel; entenda

Clube e prefeitura do município tiveram reunião com a Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) e estudam maneiras para seguir adiante com a ideia

Sonho antigo do clube, o estádio próprio do Brusque pode, enfim, sair do papel. O presidente do clube, Danilo Rezini, falou, nesta quinta-feira (12), sobre os pensamento e iniciativas para que o clube possa tocar o projeto. O mandatório falou, inclusive, sobre o projeto da Arena Havan, que não avançou.

A Arena Havan era sonho antigo do Quadricolor – Foto: Reprodução/NDA Arena Havan era sonho antigo do Quadricolor – Foto: Reprodução/ND

“Claro que é uma preocupação e uma prioridade do Brusque. Estamos buscando parcerias para a viabilidade da implantação de um estádio para o Quadricolor. Como todos sabem, esse comentário já saiu na imprensa há muito tempo, da possibilidade da Havan fazer a Arena Havan, mas isso por enquanto está só no papel, não houve nenhum avanço nesse sentido”, disse o presidente.

Em relação à venda do Sesi de Brusque, Rezini afirmou que teve uma reunião nesta quarta-feira (11) com a Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), em Florianópolis, para saber todos os detalhes da possibilidade do terreno ser o local ideal para a construção do estádio.

Além de Rezini, estiveram na reunião o prefeito Ari Vequi e o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

“Estamos vendo sobre a possibilidade da venda do Sesi. Eu e o prefeito da cidade, Ari Vequi, estivemos reunidos com o presidente da Fiesc, para ver a realidade do que está acontecendo com o Sesi. Foi nos passado que está à venda, nos passaram o valor, que de momento vamos manter em sigilo”, relatou Rezini.

Danilo Rezini vê passo importante para Brusque construir o estádio próprio – Foto: Câmara de Vereadores de Brusque/DivulgaçãoDanilo Rezini vê passo importante para Brusque construir o estádio próprio – Foto: Câmara de Vereadores de Brusque/Divulgação

“A partir disso, vamos nos reunir para ver de que maneira podemos viabilizar a compra do Sesi, efetivamente com a compra, se vier a se concretizar, vamos buscar uma parceira para construir o estádio, e possivelmente, a Havan vai se colocar à disposição para fazer a Arena. Mas no momento são só especulações e ideias, o que temos de concreto, foi a reunião que fizemos ontem, onde buscamos a confirmação da possível venda e do preço que estão pedindo pelo local”, completa.

Outra situação que deverá ser tratada nos próximos encontros será o rumo tomado quanto ao terreno concedido ao Marreco no Complexo Esportivo Chico Wehmuth.

Uma das possibilidades levantadas é a venda desta área para tornar viável a aquisição do Sesi e realizar uma nova concessão.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Brusque FC

Loading...