“Não é possível ter um campeonato diante de uma pandemia”, diz Prefeito de Chapecó

Município informou que suspendeu os jogos da Chapecoense que aconteceriam na Arena Condá

A Prefeitura de Chapecó, no Oeste do Estado, informou nesta quarta-feira (3) que suspendeu os jogos da Associação Chapecoense de Futebol na Arena Condá pelos próximos 15 dias. A medida vale para todo o território municipal. A mesma decisão foi tomada em Criciúma, no Sul catarinense, pelo prefeito Clésio Salvaro (PSDB). 

Torcida da Chapecoense na Arena Condá – Foto: Sirli Freitas/Chapecoense/ArquivoTorcida da Chapecoense na Arena Condá – Foto: Sirli Freitas/Chapecoense/Arquivo

Em nota, a Prefeitura de Chapecó afirmou que a medida tem como objetivo o enfrentamento da pandemia da Covid-19 no município, que ultrapassou os 300 mortos pela doença.

A medida é uma precaução, segundo a prefeitura, pois a Arena Condá está muito próxima das estruturas de atendimento dos pacientes Covid, como o Centro de Eventos e o Ambulatório do Ivo Silveira.

O prefeito João Rodrigues (PSD) disse que pediu também a suspensão do Catarinense 2021.  “Estamos oficiando a Federação Catarinense de Futebol para suspender o Campeonato Catarinense por 30 dias pelo menos. Vamos suspender por 15 e avaliar mais 15, pois não é possível ter um campeonato diante de uma pandemia e um contágio tão elevado”, disse Rodrigues. 

Assim, a partida entre Criciúma X Chapecoense, que aconteceria nesta quinta-feira (4) no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, deve ser suspensa pela FCF (Federação Catarinense de Futebol).

O que diz a Chapecoense?

Em um comunicado publicado no site oficial da Chapecoense, o clube afirmou que “tendo em vista a atual situação de saúde no estado de Santa Catarina – que chegou ao seu estágio mais crítico, refletindo no colapso do sistema de saúde – o Departamento Médico e Diretoria da Associação Chapecoense de Futebol determinaram que a delegação alviverde não siga viagem até Criciúma – onde entraria em campo, nesta quinta-feira, pela 3ª rodada do Campeonato Catarinense.”

Também explica que “a decisão foi tomada levando em consideração as orientações da prefeitura de Chapecó, bem como o fato de que, em caso de qualquer emergência médica durante o período do jogo, nenhum atendimento poderá ser assegurado. Além disso, o clube entende que o momento exige extrema cautela e, principalmente, atenção total aos pacientes que necessitam de atendimento prioritário.”

Vai ser suspenso o Catarinense 2020? 

O ND+ fez contato com a Federação Catarinense de Futebol e aguarda um posicionamento sobre a decisão dos municípios.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Chapecoense