Claudinei quer Chapecoense de volta às origens e minimiza impaciência da torcida

Apesar de garantir a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil, a atuação da Chapecoense no empate sem gols diante do São José-RS, na quarta-feira, no estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre, gerou inúmeras incertezas em cima do elenco comandado pelo técnico Claudinei Oliveira. O time jogou praticamente os 90 minutos com apenas Wellington Paulista atuando no campo adversário e chegou a ser dominado pela equipe gaúcha em vários momentos da partida.

O treinador, no entanto, afirmou que o espetáculo ficará em segundo plano, em comparação aos objetivos traçados para a temporada. “A Chapecoense nunca foi um time com característica de futebol vistoso, sempre foi de pegada, intensidade e resultado. Vamos entender a característica do clube, a cultura é essa. A hora que atrelar essa competitividade com bom futebol, queremos ganhar fazendo espetáculo. Fizemos bons jogos, mas alguns dias não vai dar. Conseguimos uma receita importante para o clube. Objetivo era classificar, independente se fosse ganhando ou empatando”, avisou.

Claudinei Oliveira ainda minimizou a impaciência da torcida, afirmou que a pressão é completamente normal quando se trata de uma equipe como Chapecoense e enalteceu o grupo que se encontra invicto na temporada de 2019.

“Não me preocupa a impaciência. A cobrança tem que existir, e existe. Temos que falar o que pensamos, a realidade. Não posso contar uma história bonita, enfeitar o pavão, porque a realidade lá na frente é difícil. A gente tem que pensar a longo prazo, não podemos montar um elenco no Catarinense, troca 10, traz mais 10, paga, daí a conta não fecha final do ano. Queremos passar algumas fases da Copa do Brasil e da Sul-Americana para arrecadar receita para o clube. Que a gente possa fazer nosso trabalho, uma hora vamos perder, mas estamos invictos”, falou o treinador.

De fato, a Chapecoense tem tido um bom início de ano. Na Copa do Brasil, o time catarinense enfrentará o Mixto-MT na segunda fase. Já pelo Campeonato Catarinense, o desafio é diante do Figueirense, neste sábado, às 17 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC), em partida que definirá a liderança, uma vez que ambos somam 17 pontos.

Pela Copa Sul-Americana, a Chapecoense estreou com um empate sem gols contra o Unión La Calera, no Chile. A decisão será em casa na próxima terça-feira.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Chapecoense

Loading...