Sem vencer há sete jogos, JEC empata contra a Chapecoense

Com o resultado, Chapecoense perdeu a chance de conquistar o título antecipa do do primeiro turno do Catarinense

Com o campo pesado, devido à forte chuva, o Joinville só empatou por 0 a 0 com a Chapecoense, em casa, pela oitava rodada do Campeonato Catarinense, neste domingo. Esse é o terceiro empate do Joinville desde que o técnico Hemerson Maria assumiu o comando do time. O Tricolor não vence há sete jogos. Com o  placar, e a vitória do Criciúma no Sul do Estado, a Chapecoense continua na briga pelo Título do primeiro turno do Catarinense.

O jogo começou equilibrado, com boas jogadas pela direita, o Joinville criou boas chances, mas, não conseguiu finalizar. Num jogada perigosa, aos 11 minutos do primeiro tempo, o atacante Willian Popp chutou forte e acertou o travessão, o rebote sobrou para William Paulista que cabeceou e mandou a bola para fora, por cima do gol de Danilo, do Verdão do Oeste. Dez minutos depois o Capitão Bruno Aguiar, numa bola parada, chutou forte, a bola bateu no chão e o goleiro da Chapecoense defendeu.

João Lucas Cardoso/divulgação JEC/ND

Volante Kadu, em disputa no meio de campo em Joinville

A equipe da Chapecoense criou poucas chances, aos 37 minutos, Ananias entrou sozinho na área e chutou, o goleiro Jhonathan estava atento e defendeu.  O jogo ficou nervoso no fim no primeiro tempo. Três jogadores do Joinville e dois da Chapecoense receberam cartão amarelo, Anselmo, Bruno Aguiar, Diego, Ananias e Rafael Lima. Com o cartão recebido no jogo de hoje, o capitão Tricolor, Bruno Aguiar, está fora do próximo jogo.

Aos 11 minutos, do segundo tempo, o atacante Willian Paulista perdeu a chance de abrir o placar para o Joinville, driblou o goleiro e chutou na trave do lado esquerdo. No rebote Marcelo do Chapecoense fez falta, recebeu o cartão amarelo, mas exagerou na reclamação e levou o cartão vermelho, deixando o Tricolor com um a mais em campo.

Hemerson Maria, tira o volante Diones, aos 16 minutos, para a entrada do meia Thomás, o JEC fica  mais ofensivo e tem boas chances de abrir o placar. Numa cobrança de falta, aos 29 minutos do segundo tempo, Willian Popp bate bem na bola e mais uma vez acerta o travessão. No fim do segundo tempo, Maria troca Kadu pelo atacante Felipe Alves, mesmo assim o placar fecha no 0 a 0. A torcida não gosta do placar vaia o Tricolor no apito final

O JEC entra em campo na próxima quinta-feira (3), às 21h30, contra o Brusque, na casa do adversário, pela última rodada do primeiro turno do Estadual..

Campeão em aberto

No Sul do estado, o Criciúma, garantiu a vitória em cima do Metropolitano por 3 a 0, com dois gols de Ezequiel e outro de Roger Guedes, o Tigre continua na briga pelo título. O Criciúma soma 17 pontos e está em segundo lugar atrás da líder Chapecoense, que soma 20 pontos. A decisão do campeão do turno será na quarta-feira, às 21h45, em Chapecó.

Ficha Técnica:

Local: Arena Joinville. Data: 28/2/2016 (domingo). Hora: 17h. Árbitro: William Machado Steffen, auxiliado por Carlos Berkenbrock e Helton Nunes.  Publico: 2.079 Renda: R$ 24.630 Cartões Amarelos: Anselmo, Kadu, Bruno Aguiar e Diego (J). Rafael Lima, Ananias, Lucas Gomes e Kempes (C).  Cartão Vermelho: Marcelo (C).

Joinville
Jhonatan; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Victor de Oliveira e Diego; Diones (Thomás), Anselmo e Kadu (Felipe Alves); Willian Popp, Juninho (Adriano) e William Paulista.
Técnico: Hemerson Maria

Chapecoense
Danilo; W. Thiego, Rafael Lima, Marcelo e Dener; Josimar, Cleber Santana e Lucas Gomes (Silvinho); Maranhão (Moisés), Ananias e Bruno Rangel (Kempes).
Técnico: Guto Ferreira 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Chapecoense

Loading...