Zé Ricardo, ex-técnico do Internacional, é cogitado para comandar a Chapecoense

Presidente Gilson Sbeghen afirma que outros nomes estão na lista para dar segmento as tratativas de contratação para o Verdão do Oeste

A saída de Umberto Louzer da Chapecoense deixa torcedores ansiosos para o anúncio do próximo técnico. Um dos nomes cotados é Zé Ricardo, de 49 anos, que está fora do mercado desde que deixou o comando do Internacional em dezembro de 2019.

Zé Ricardo, ex-técnico do Internacional, é um dos nomes cogitados para assumir a Chapecoense – Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação/NDZé Ricardo, ex-técnico do Internacional, é um dos nomes cogitados para assumir a Chapecoense – Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação/ND

Ao que tudo indica, as tratativas com Zé Ricardo devem ocorrer até o fim de semana. O nome cogitado é de agrado da diretoria do clube. Após essa negociação, os dirigentes do Verdão devem ir em busca de novos nomes para reforçar a equipe nesta temporada.

“Zé Ricardo está na nossa lista, não houve nenhum contato, mas há especulações. Não podemos ir com sede ao pote, não precisamos nos afobar nesse momento, até porque o departamento de futebol tem uma lista, já aprovada, de outros nomes que podem assumir o time daqui para frente”, comenta o presidente da Chapecoense, Gilson Sbeghen.

Conforme o presidente, o objetivo da diretoria do Verdão é contratar um técnico que vem ao encontro com o que Umberto Louzer realizava em campo.

“Queremos um técnico que tenha o mesmo perfil de Umberto, que tenha a mesma vontade de vencer e ascender na carreira. E que tenha o mesmo perfil de jogo do antigo técnico”, acrescenta.

A Chape tem jogo marcado no próximo domingo (18) contra o Marcílio Dias, no estádio Hercílio Luz, pela 10ª rodada do Campeonato Catarinense. Quem vai comandar a equipe neste jogo é o auxiliar Felipe Endress, que está como técnico interino após a saída de Umberto Louzer.

Zé Ricardo é carioca e ex-zagueiro, onde atuou como jogador até os 25 anos de idade. Foi no Flamengo que projetou seu nome nacionalmente ao comandar o time entre 2016 e 2017. O técnico também passou pelo Vasco, Botafogo, Fortaleza e Internacional onde classificou a equipe para a Copa Libertadores da América de 2020.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Chapecoense