Com pênalti polêmico, Chapecoense bate o Avaí no Catarinense

Lance decisivo da partida gerou muita reclamação pelo lado do Leão; Verdão amplia série invicta contra o rival para nove partidas

Com um lance polêmico decidindo a partida, a Chapecoense venceu o Avaí em jogo atrasado, válido pela segunda rodada do Campeonato Catarinense, na tarde desta quinta-feira (11). Lima e Perotti (em pênalti duvidoso) marcaram para o Verdão, enquanto Renato descontou para o Avaí no estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí.

Lima comemora o primeiro gol do Verdão – Foto: Márcio Cunha/ACFLima comemora o primeiro gol do Verdão – Foto: Márcio Cunha/ACF

Com a vitória, o Verdão assume a liderança do Estadual com os mesmos seis pontos do Avaí, mas leva vantagem no saldo de gols. Vale ressaltar que a Chape ainda tem um jogo atrasado da terceira rodada da competição contra o Criciúma, no próximo domingo (14), no estádio Heriberto Hülse.

O jogo

O equilíbrio marcou a primeira etapa da partida. Apesar do sol e calor em Itajaí, a partida foi bastante movimentada com chances de gol para as duas equipes.

Ainda sem contar com todo o elenco após o título da Série B, o técnico interino, Filipe Mattos, mandou a campo uma equipe mesclada com vários garotos.

O primeiro a assustar foi o Avaí. Logo aos cinco minutos, Edilson acionou Renato pela direita e, da lateral da grande área, o atacante arriscou o chute que passou com muito perigo por cima do gol de João.

A Chape respondeu minutos depois. Cobrança de falta de Ronei, Glédson tirou mal e Perotti, praticamente debaixo das traves mandou por cima do gol.

Encontrando espaços na defesa do Leão, em especial pelo lado de Edilson e Alemão, o Verdão saiu na frente aos 20’. Fernandinho recebeu pela ponta e deu lindo passe por cima para Lima sair na cara de Glédson e bater cruzado: 1 a 0 Chape.

Foi na bola parada que o Avaí conseguiu chegar ao empate. Cobrança de escanteio de Vinícius Leite, a zaga rebateu mal e Renato, ex-jogador da Chapecoense, emendou de primeira para marcar um belo gol. “Lei do ex” em Itajaí.

Jogadores do Avaí comemoram o gol de empate – Foto: André Palma Ribeiro / Avaí F.CJogadores do Avaí comemoram o gol de empate – Foto: André Palma Ribeiro / Avaí F.C

O Leão cresceu com o gol e quase virou a partida dois minutos depois. Lourenço recebeu na entrada da grande área e bateu forte para João fazer boa defesa.

Antes do fim do primeiro tempo o Avaí teve nova chance em um escanteio. Cobrança de Edilson, e Renato, de novo ele, subiu completamente livre, mas cabeceou para fora.

Segundo tempo

O Avaí voltou melhor para o segundo tempo e teve ao menos duas boas chances para passar à frente do marcador. Aos oito minutos Lourenço recebeu na entrada da grande área e bateu rasteiro. A bola passou rente à trave de João Paulo.

Aos 16’, Vinícius fez grande jogada pela esquerda, achou Wesley, livre, que arriscou da intermediária para o goleiro do Verdão defender em dois tempos.

Quando o Leão parecia melhor, a Chape voltou a ficar na frente do placar em um lance pra lá de polêmico. Fernandinho recebeu pela esquerda, invadiu a área, tentou driblar Betão, que tirou a bola, o atacante caiu e o árbitro Rafael Traci marcou pênalti.

O lance gerou muita reclamação dos jogadores do Avaí e um princípio de confusão chegou a ser formado. Passada a confusão, Perotti colocou a bola na marca fatal e cobrou com categoria, deslocando Glédson.

Veja o gol:

O técnico Claudinei Oliveira respondeu ao golpe com as entradas de Valdívia e João Lucas nos lugares de Vinícius Leite e Iury, respectivamente. Com apenas dois minutos em campo o camisa 10 do Leão quase empatou a partida. Cruzamento de Edilson que achou Valdívia livre para bater de primeira para grande defesa de João Paulo.

Aos 31’, o meia avaiano voltou a perder uma chance incrível. Novamente jogada de Edilson pela direita, que cruzou rasteiro para Valdívia, livre, da marca do pênalti, praticamente recuar para o goleiro.

O Avaí tentou pressionar a Chapecoense até os últimos minutos com as entradas de Jonathan e Jô. O Verdão seguiu apostando nos contra-ataques para tentar matar a partida.

Tabu

Com a vitória do Verdão, a equipe do Oeste de Santa Catarina amplia para nove jogos a sequência invicta diante do Leão. A última vitória do Avaí aconteceu em abril de 2019, pelo Campeonato Catarinense.

FICHA TÉCNICA:

Chapecoense 2×1 Avaí

Chapecoense: João Paulo; Hiago (Alan Santos), Kadu, Derlan e Mancha (Busanello); Ronei (Anderson Leite), Moisés, Lima e Rafael (Mike); Fernandinho (Matheus Ribeiro) e Perotti. Técnico: Filipe Mattos (interino)

Avaí: Glédson; Edilson, Alemão, Betão e Iury (João Lucas); Wesley, Bruno Silva e Lourenço (João Vitor); Renato (Jonathan), Getúlio (Jô) e Vinícius Leite (Valdívia). Técnico: Claudinei Oliveira

Gols: Lima (CHA) aos 20’ do 1º tempo, Renato (AVA) aos 28’ do 1º tempo, Perotti (CHA) aos 21’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Ronei (CHA), Derlan (CHA), Alan Santos (CHA)

Local: estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí

Data: 11/3/21

Arbitragem: Rafael Traci auxiliado por Thiaggo Labes e Gizeli Casaril

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Catarinense