Conheça o torcedor que visita o mundo com a bandeira da Chapecoense

A “dupla”, tem registros de suas viagens pelo mundo em um perfil dedicado à Chapecoense

Quem ama futebol, entende a emoção que é vestir a camisa do seu time e ir para o estádio com a bandeira assistir um jogo, principalmente quando é um clássico. Mas para um torcedor chapecoense, esse momento não acaba no estádio.

Alexandre Volpatto decidiu que quer levar seu time do coração para o mundo e até hoje já viajou para mais de 30 países com a bandeira da Chape como companheira. Para mostrar todo seu amor, incentivar o clube e outros admiradores da Chapecoense, ele decidiu criar um perfil para compartilhar seus registros e suas histórias.

Confira as fotos: 

Alexandre Volpatto nasceu em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, e decidiu levar a Chapecoense para visitar o mundo. As primeiras memórias com o time são de criança, com o seu pai e padrinho, na Arena Condá. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
1 30

Alexandre Volpatto nasceu em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, e decidiu levar a Chapecoense para visitar o mundo. As primeiras memórias com o time são de criança, com o seu pai e padrinho, na Arena Condá. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Em 2012 se tornou sócio da Chape e passou por várias fases do time, em 2018 se tornou conselheiro. Para ele essa é uma maneira de estar sempre atualizado em tudo que acontece com o time e também incentivar o clube. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
2 30

Em 2012 se tornou sócio da Chape e passou por várias fases do time, em 2018 se tornou conselheiro. Para ele essa é uma maneira de estar sempre atualizado em tudo que acontece com o time e também incentivar o clube. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Mais que um torcedor do time, Alexandre é um admirador de toda a trajetória do clube e há seis meses decidiu criar um perfil chamado @admiradores_da_chapecoense para compartilhar todos os registros que fez com a bandeira da Chapecoense, em vários lugares incríveis no Brasil e no mundo. – Foto: Pirâmides do Egito – Arquivo Pessoal/ND
3 30

Mais que um torcedor do time, Alexandre é um admirador de toda a trajetória do clube e há seis meses decidiu criar um perfil chamado @admiradores_da_chapecoense para compartilhar todos os registros que fez com a bandeira da Chapecoense, em vários lugares incríveis no Brasil e no mundo. – Foto: Pirâmides do Egito – Arquivo Pessoal/ND

Antes desse perfil, os clicks eram compartilhados no seu Instagram pessoal. “Meus amigos falavam que eu postava mais sobre a chape do que sobre mim e isso também me fez ter a ideia de criar o perfil”, comentou. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
4 30

Antes desse perfil, os clicks eram compartilhados no seu Instagram pessoal. “Meus amigos falavam que eu postava mais sobre a chape do que sobre mim e isso também me fez ter a ideia de criar o perfil”, comentou. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Já viajou por 31 países e levou a bandeira para todos. Alexandre quer que o símbolo da Chape acompanhe ele em muitas outras aventuras e quer viajar um país por ano de vida. – Foto: Koutoubia Mosque – Marrocos – Arquivo Pessoal/ND
5 30

Já viajou por 31 países e levou a bandeira para todos. Alexandre quer que o símbolo da Chape acompanhe ele em muitas outras aventuras e quer viajar um país por ano de vida. – Foto: Koutoubia Mosque – Marrocos – Arquivo Pessoal/ND

As suas melhores histórias foram envolvendo a bandeira. Na Grécia, Alexandre quase foi preso por tirar foto da bandeira no Partenon, por ser um lugar sagrado não podem ser tiradas fotos com outros símbolos. Mas usando toda sua audácia, ele conseguiu um registro desse momento. – Foto:  Arquivo Pessoal/ND
6 30

As suas melhores histórias foram envolvendo a bandeira. Na Grécia, Alexandre quase foi preso por tirar foto da bandeira no Partenon, por ser um lugar sagrado não podem ser tiradas fotos com outros símbolos. Mas usando toda sua audácia, ele conseguiu um registro desse momento. – Foto:  Arquivo Pessoal/ND

Em uma mesquita muçulmana, mais uma vez a polícia encrencou com a bandeira. Para poder visitar o lugar, Alexandre teve que deixar a bandeira em um guarda volumes e buscar apenas no fim da visita ao local. Porém, quando voltou para buscar a bandeira, a mesquita já estava fechada e uma missão impossível começou. Depois de muito implorar e trabalhar o inglês com os guardas, ele conseguiu resgatar sua companheira. Foto: Arquivo Pessoal/ND
7 30

Em uma mesquita muçulmana, mais uma vez a polícia encrencou com a bandeira. Para poder visitar o lugar, Alexandre teve que deixar a bandeira em um guarda volumes e buscar apenas no fim da visita ao local. Porém, quando voltou para buscar a bandeira, a mesquita já estava fechada e uma missão impossível começou. Depois de muito implorar e trabalhar o inglês com os guardas, ele conseguiu resgatar sua companheira. Foto: Arquivo Pessoal/ND

Fez, cidade no nordeste do Marrocos muitas vezes chamada de capital cultural do país. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
8 30

Fez, cidade no nordeste do Marrocos muitas vezes chamada de capital cultural do país. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Mesquita Hassan II, no Marrocos. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
9 30

Mesquita Hassan II, no Marrocos. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Mesquita Azul, em Istambul. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
10 30

Mesquita Azul, em Istambul. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

É claro que a Copa do Mundo, em 2018, foi um dos destinos escolhidos para essa tour. Essa é a Catedral de São Basílio, na Rússia. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
11 30

É claro que a Copa do Mundo, em 2018, foi um dos destinos escolhidos para essa tour. Essa é a Catedral de São Basílio, na Rússia. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Na Rússia, um momento muito bonito e que mostrou o carinho que todos têm pela Chapecoense. Durante a Copa do Mundo de 2018, Alexandre e seus amigos estavam passeando por São Petersburgo e encontraram o apresentador Celso Portiolli. Após tirar uma foto com o grupo de amigos, Celso pediu para tirar uma foto com a bandeira da Chape. Um momento lindo e que circulou pelas redes sociais. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
12 30

Na Rússia, um momento muito bonito e que mostrou o carinho que todos têm pela Chapecoense. Durante a Copa do Mundo de 2018, Alexandre e seus amigos estavam passeando por São Petersburgo e encontraram o apresentador Celso Portiolli. Após tirar uma foto com o grupo de amigos, Celso pediu para tirar uma foto com a bandeira da Chape. Um momento lindo e que circulou pelas redes sociais. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Mano de Punta del Este, no Uruguai. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
13 30

Mano de Punta del Este, no Uruguai. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Cabo da Boa Esperança, na África do Sul. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
14 30

Cabo da Boa Esperança, na África do Sul. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Cataratas do Iguaçu, na Argentina. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
15 30

Cataratas do Iguaçu, na Argentina. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Não são apenas monumentos e paisagens que estão na lista de viagens, estádios importantes como o Estádio Santiago Bernabeu, em Madrid,  também foram um ponto de parada da dupla – Foto:  Arquivo Pessoal/ND
16 30

Não são apenas monumentos e paisagens que estão na lista de viagens, estádios importantes como o Estádio Santiago Bernabeu, em Madrid,  também foram um ponto de parada da dupla – Foto:  Arquivo Pessoal/ND

Estádio Emirates, em Londres. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
17 30

Estádio Emirates, em Londres. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Punta Canã, na República Dominicana. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
18 30

Punta Canã, na República Dominicana. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Teotihuacan, na Cidade do México. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
19 30

Teotihuacan, na Cidade do México. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Sagrada Família, em Barcelona. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
20 30

Sagrada Família, em Barcelona. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Torre de Belém, em Portugal. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
21 30

Torre de Belém, em Portugal. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Siem Reap, no Camboja. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
22 30

Siem Reap, no Camboja. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Tel Aviv, em Israel. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
23 30

Tel Aviv, em Israel. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Tower Bridge, em Londres – Foto: Arquivo Pessoal/ND
24 30

Tower Bridge, em Londres – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Torre Eiffel, quando ficou iluminada de verde em homenagem a chape logo após o acidente de avião, onde 71 vidas foram perdidas. – Foto: Torre Eiffel/ND
25 30

Torre Eiffel, quando ficou iluminada de verde em homenagem a chape logo após o acidente de avião, onde 71 vidas foram perdidas. – Foto: Torre Eiffel/ND

Mas não apenas viagens internacionais, Alexandre também viajou em solo nacional e fez registros lindos com a bandeira. Seu objetivo é visitar os pontos turísticos mais conhecidos , do Brasil e do mundo, e registrar todas as aventuras no perfil. Lençóis Maranhenses, no Maranhão. Foto: Arquivo Pessoal/ND
26 30

Mas não apenas viagens internacionais, Alexandre também viajou em solo nacional e fez registros lindos com a bandeira. Seu objetivo é visitar os pontos turísticos mais conhecidos , do Brasil e do mundo, e registrar todas as aventuras no perfil. Lençóis Maranhenses, no Maranhão. Foto: Arquivo Pessoal/ND

Florianópolis, em Santa Catarina. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
27 30

Florianópolis, em Santa Catarina. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Gramado, em Santa Catarina. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
28 30

Gramado, em Santa Catarina. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

E claro, que mesmo rodando o mundo, a “flag” sempre volta para casa. E comemora com Alexandre, momentos incríveis que só a Chapecoense consegue proporcionar. Foto: Arquivo Pessoal/ND
29 30

E claro, que mesmo rodando o mundo, a “flag” sempre volta para casa. E comemora com Alexandre, momentos incríveis que só a Chapecoense consegue proporcionar. Foto: Arquivo Pessoal/ND

Todas as histórias e emoções que essa dupla vive, é por amor a um clube que é querido por tanta gente. O objetivo de Alexandre é apenas apoiar e mostrar que a chape é grande e que sua história ultrapassa todas as barreiras. – Foto: Arquivo Pessoal/ND
30 30

Todas as histórias e emoções que essa dupla vive, é por amor a um clube que é querido por tanta gente. O objetivo de Alexandre é apenas apoiar e mostrar que a chape é grande e que sua história ultrapassa todas as barreiras. – Foto: Arquivo Pessoal/ND

+

Futebol Catarinense