Criciúma E. C manifesta apoio a suspensão dos jogos do Campeonato Catarinense

Clube se posicionou em seu site oficial a favor da decisão do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), de suspender as atividades esportivas na cidade por 15 dias

Nesta quarta-feira (3), o Criciúma Esporte Clube se posicionou a favor da suspensão de atividades esportivas na cidade. O clube informou, em nota, que seu presidente, Anselmo Freitas, recebeu do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), a notícia da paralização das atividades esportivas na cidade por 15 dias, incluindo os jogos do Campeonato Catarinense.

Criciúma apoia suspensão dos jogos neste momento da pandemiaMomento do jogo entre Juventus e Criciúma, último jogo do Tigre no Catarinense, no sábado (27). – Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C./ND

“Tendo em vista a atual situação de saúde no Estado de Santa Catarina, que chegou ao seu estágio mais crítico, gerando uma crise no sistema de saúde, o clube entende o momento e concorda com a paralização”, disse o clube em nota.

Criciúma garante que vem cumprindo protocolos

No texto, o clube garantiu que, desde o início da pandemia, vem tomando as providências necessárias na estrutura do Centro de Treinamento Antenor Angeloni e do estádio Heriberto Hülse. Também salientou que vem cumprindo os protocolos de saúde do Governo do Estado para que as atividades esportivas ocorram de maneira segura.

Por fim, o Criciúma aponta que vem agindo corretamente e que os resultados negativos dos testes de Covid-19 realizados nas últimas semanas nos atletas, comissão técnica e membros do staff do clube comprovam isso.

Na próxima quinta-feira (4), o Tigre tem marcado o seu terceiro jogo pelo Campeonato Catarinense, contra a Chapecoense, em Criciúma. O clube do sul tem um empate contra o Hercílio Luz, na estreia, e uma derrota para o Juventus na segunda rodada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Criciúma EC