‘Dia mais triste da minha vida’, diz presidente do Criciúma após rebaixamento

Descenso foi decretado após a derrota para o Avaí pelo placar de 1 a 0, em pleno Estádio Heriberto Hülse, nesta quarta-feira (21)

Após exatos 43 anos de história, o Criciúma conheceu na noite de quarta-feira (21) o primeiro rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Catarinense de sua história.

Criciúma está rebaixado para a Série B do Campeonato Catarinense – Foto: Reprodução/YouTubeCriciúma está rebaixado para a Série B do Campeonato Catarinense – Foto: Reprodução/YouTube

O descenso foi decretado após a derrota para o Avaí pelo placar de 1 a 0, em pleno Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, já que a equipe terminou a primeira fase na vice-lanterna com apenas oito pontos somados em 11 jogos.

Logo após o final da partida, o presidente Anselmo Freitas fez um pronunciamento em nome do clube, no qual pediu desculpas aos torcedores e, bastante emocionado, chorou. Segundo ele, o sentimento de vergonha é o que estava prevalecendo naquele momento.

“Não estamos envergonhados, pois fizemos com muita dedicação. Eu perco e sinto de duas formas: como presidente e como grande torcedor que sempre fui. Eu diria que é o dia mais triste da minha vida”, disse o dirigente em entrevista coletiva, que ainda completou:

“Passar por isso não estava em nenhum momento nos meus planos. É um momento de repensar as atitudes. Assumimos o clube no início do ano. Não venho aqui transferir desculpas, pois sabíamos o que a gente iria enfrentar. Eu assumi o clube porque o Rampinelli assumiu junto. Olhando para trás, há quatro meses, não tinha ninguém para tocar o clube. Fomos corajosos e corremos o risco pensando em reerguer o Criciúma. Ao Conselho de Administração coloco meu cargo à disposição, pois até aqui fracassamos no futebol”, afirmou.

Veja a entrevista:

Diretor de futebol de saída

Também presente durante o pronunciamento, o diretor de futebol Waldeci Rampinelli entregou o cargo.

“Vai ficar marcado na minha história que eu coloquei o Criciúma na Série B do Catarinense, assim como os títulos que tivemos aqui. Eu peço perdão aos torcedores, ao presidente, ao Conselho, aos funcionários, a todos, pois não tem mais como eu continuar como diretor de futebol do Criciúma”.

Com o rebaixamento sacramentado, o Criciúma volta a suas atenções para a terceira fase da Copa do Brasil, que ainda não tem adversário conhecido, e para a preparação para o início do Campeonato Brasileiro da Série C, a terceira divisão nacional, que irá começar no mês de junho.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Criciúma EC