Em jogo movimentado, Figueirense e JEC ficam no empate no Orlando Scarpelli

Furacão e Tricolor se enfrentaram na tarde deste domingo (11), em Florianópolis, no retorno de Vinícius Eutrópio

Agressividade, personalidade e atitude. Em tarde de bom futebol, Figueirense e JEC ficaram no 1 a 1 neste domingo (11), no Estádio Orlando Scarpelli. A partida marcou a volta do técnico Vinícius Eutrópio ao comando do JEC após cirurgia e com a busca incessante pelo gol, as duas equipes acertaram na qualidade de jogo. Com gols de Marllon e Thiago Santos, Figueirense e JEC se mantiveram na zona de classificação e restando duas rodadas, ocupam a oitava e a sexta posição, respectivamente.

Figueirense e JEC se enfrentaram na tarde deste domingo (11), no Orlando Scarpelli – Foto: Vitor Forcellini/JECFigueirense e JEC se enfrentaram na tarde deste domingo (11), no Orlando Scarpelli – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Um primeiro tempo movimentado, com duas equipes dispostas a balançar a rede no Orlando Scarpelli. Com uma postura totalmente diferente, o JEC conseguiu recuperar a qualidade no passe e a agressividade característica da equipe neste ano. A volta de Vinícius Eutrópio deu confiança ao elenco que até começou sendo pressionado pelo Figueirense, mas conseguiu se impor, equilibrar a partida e dominar as ações na segunda metade do primeiro tempo.

Jogando em casa, o Figueirense começou subindo a marcação para pressionar a saída de bola no campo de defesa tricolor, explorando muito o lado direito do campo, de onde saiu a jogada que originou o pênalti e o primeiro gol da partida.

O Furacão avançou até a linha de fundo e o cruzamento encontrou Fabrício na área. O volante foi calçado por Diogo Santos e o árbitro não demorou para apontar a marca do pênalti. Na cobrança, Marllon cobrou como manda o manual: bola para um lado, Fabian Volpi para o outro e placar aberto aos 15 minutos.

Conseguindo trabalhar a bola no meio campo e com agressividade ofensiva, o JEC conseguiu criar boas oportunidades pelo lado esquerdo, infiltrando na área com passe entre as linhas de marcação do Figueirense e, ainda, com bons chutes de fora da área dos pés de Edson Ratinho e Yann Rolim.

O gol amadureceu e, aos 40 minutos, ele saiu dos pés do centroavante que incomodou a zaga do Furacão. Em ótimo lançamento do campo de defesa, Thiago Santos recebeu marcado por dois, se livrou e bateu de perna esquerda, na saída do goleiro, para igualar o placar antes do intervalo.

Na volta para o segundo tempo, a reestreia de Naldo com a camisa tricolor. O volante campeão da série B em 2014 entrou no lugar de Diogo Santos, amarelado, e a equipe se manteve superior ao Figueirense.

Para tentar escapar da marcação e oxigenar o time, Jorginho mexeu para dar mais velocidade ao ataque, mas com as instruções de Eutrópio, que a todo momento ajustava o posicionamento da equipe, o Tricolor se fechou, limitando os espaços do Furacão.

As mudanças no JEC também aceleraram as ações pelas pontas e em ótimo passe entre a marcação do alvinegro, Caio Monteiro encontrou Yann Rolim na área, mas o chute saiu mascado, na mão do goleiro do Furacão.

O jogo continuou intenso, com as duas equipes buscando o ataque para sair com os três pontos de campo. Com vontade, as faltas se multiplicaram e os cartões amarelos também.

Apesar da busca incessante pelo gol, os dois times não conseguiram passar pela marcação fechada e o jogo terminou com igualdade no placar.

O JEC volta a campo na quinta-feira (15), pela Copa do Brasil. O Tricolor encara o Atlético-GO, às 21h30, na Arena Joinville. Já o Figueirense volta a jogar no domingo (18), quando viaja para enfrentar o Próspera, no Sul do Estado.

Ficha técnica

Figueirense

Emerson Jr.; Everton Santos, Felipe Gregório, Paulo Ricardo e Renan Luís; Khevin, Fabrício e Marllon; Lincon (Pedro Maranhão), Carlinhos (Wellissol) e Gabriel (Breno)

Técnico: Jorginho

JEC

Fabian Volpi; Edson Ratinho, Jaques, Fernando e Helerson; Diogo Santos (Naldo), Alex Nagib (Banguelê) e Yann Rolim (Diego), Yaya Banhoro (Caio Monteiro), Luquinhas (Gustavo Ermel) e Thiago Santos

Técnico: Vinícius Eutrópio

Gols: Marllon (FIG), Thiago Santos (JEC)

Cartões amarelos: Diogo Santos (JEC), Thiago Santos (JEC), Marllon (FIG), Breno (FIG), Pedro Maranhão (FIG), Khevin (FIG)

Figueirense x JEC

Domingo (11), às 16h

Local: Estádio Orlando Scarpelli

Árbitro: Gustavo Ervino Bauermann

Assistentes: Thiaggo Americano Labes e Clair Dapper

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Catarinense