Figueirense marca no fim e arranca empate contra o Brusque fora de casa

Furacão saiu na frente, chegou a levar a virada, mas conseguiu o empate no fim com gol do atacante Breno

Em partida com segundo tempo animado, Brusque e Figueirense empataram por 2 a 2 no estádio Augusto Bauer na tarde deste domingo (4).

Brusque e Figueirense ficam no 2 a 2 no Augusto Bauer – Foto: Patrick Floriani/FFCBrusque e Figueirense ficam no 2 a 2 no Augusto Bauer – Foto: Patrick Floriani/FFC

O Furacão saiu na frente com Khevin, levou a virada com dois gols de Júnior Pirambu e conseguiu o empate já na reta final da partida com Breno.

Com o resultado o Alvinegro fica na oitava posição com nove pontos, enquanto o Brusque vai aos 15 e perde a chance de encostar na líder Chapecoense.

Primeiro tempo com polêmica

Jogando em casa, a equipe do Vale procurou empurrar o Figueirense para trás nos primeiros minutos e teve a chance de abrir o placar com Júnior Pirambu. Logo no primeiro lance da partida, o camisa 99 recebeu em velocidade na ponta direita, finalizou forte, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.

Apostando nos contra-ataques, foi na bola parada que o Furacão ameaçou pela primeira vez. Aos 25’, Marllon cobrou escanteio pelo lado direito, Khevin testou firme e a bola bateu no rosto de Claudinho. Os jogadores do Alvinegro pediram a marcação de um pênalti no lance, não assinalado, acertadamente, por Héber Roberto Lopes.

Um novo lance polêmico, apenas dois minutos depois, voltou a gerar reclamação pelo lado do Furacão. Marllon fez novo cruzamento pela direita, Carlinhos, livre na segunda trave, cabeceou firme para grande defesa de Dalberson. Os jogadores do Figueirense alegam que o goleiro teria feito a defesa após a bola ultrapassar a linha do gol.

Após o lance, o jogo voltou a ficar “morno”, com poucas chances de gol para ambos os lados. Sem muita inspiração, o Marreco ameaçou apenas na bola parada, com Júnior Pirambu, que obrigou Emerson Júnior a fazer boa defesa em dois tempos.

Segundo tempo animado

Com menos de um minuto, o Figueirense perdeu o que foi tinha sido até ali principal chance na partida. Carlinhos foi acionado pela ponta esquerda, invadiu a área e apenas rolou para Lincon, de frente para o gol, isolar.

O Brusque cresceu na partida e passou a pressionar a equipe visitante. Novamente com Júnior Pirambu o Quadricolor quase saiu na frente. Em cruzamento da esquerda, o centroavante subiu mais que a zaga Alvinegra e testou firme para boa defesa de Emerson Júnior.

Apesar da melhora da equipe da casa, quem saiu na frente foi o Figueirense, aos 18 minutos. Na cobrança de escanteio a bola sobrou para Paulo Ricardo que mandou na trave. No rebote, Carlinhos cruzou na cabeça Khevin que mandou para o fundo das redes.

Khevin comemora o primeiro gol do Furacão – Foto: Patrick Floriani/FFCKhevin comemora o primeiro gol do Furacão – Foto: Patrick Floriani/FFC

A euforia, no entanto, durou apenas dois minutos. Em lance pelo lado direito, Rodolfo Potiguar bateu cruzado e a bola sobrou para Júnior Pirambu, livre, mandar para as redes: 1 a 1.

Com o gol o Brusque cresceu na partida e conseguiu a virada 11 minutos depois. Airton recebeu livre pela esquerda e cruzou para Júnior Pirambu cabecear sem chances para Emerson Júnior e marcar o segundo dele no jogo.

Jogadores do Brusque comemoram os gols de Júnior Pirambu – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FCJogadores do Brusque comemoram os gols de Júnior Pirambu – Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC

Quando a vitória parecia encaminhada, o Furacão conseguiu o empate aos 42’. Pedro Maranhão recebeu pela direita, cruzou rasteiro e Breno completou para as redes para empatar a partida.

Próxima parada

O Brusque volta a campo no sábado (10) quando recebe a equipe do Hercílio Luz no estádio Augusto Bauer. Já o Figueirense recebe o Joinville no domingo (11) no estádio Orlando Scarpelli.

FICHA TÉCNICA:

Brusque 2×2 Figueirense

Brusque: Dalberson; Vivico (Edílson), Ianson, Claudinho e Airton; Rodolfo Potiguar (Nonato), Zé Mateus, Alex Ruan (Bruno Alves) e Garcez (Bruno Mota); Thiago Alagoano e Júnior Pirambu. Técnico: Jerson Testoni

Figueirense: Emerson Júnior; Everton Santos (Pedro Maranhão), Felipe Gregório, Paulo Ricardo e Renan Luís; Khevin, Alê Santos (Thiago Tomais) e Marllon; Lincon, Carlinhos (Breno) e Blaise (Gabriel Rodrigues). Técnico: Jorginho

Gols: Khevin (FIG) aos 18’ do 2º tempo, Júnior Pirambu (BRU) aos 20’ do 2º tempo e aos 31’ do 2º tempo e Breno (FIG) aos 42’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Júnior Pirambu (BRU)

Local: estádio Augusto Bauer, em Brusque

Arbitragem: Héber Roberto Lopes auxiliado por Helton Nunes e Eder Alexandre

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Catarinense