Escudo: Figueirense
FIG Figueirense
Escudo: CSA
CSA CSA
Estádio Orlando Scarpelli - 08/01/2021 às 21h30

Ruim para os dois: Figueirense só empata com o CSA e volta para o Z4

Figueirense recebeu o CSA e, apesar do jogo aberto e intenso entre as equipes, o placar se manteve fechado; empate ficou ruim para os dois times

Figueirense e CSA jogaram na noite desta sexta-feira (8), em Florianópolis, em duelo válido pela 33ª rodada da Série B. Apesar da necessidade da vitória pelos dois lados, o placar não foi alterado e o resultado ficou ruim para ambos.

O Furacão, em mais um jogo sem vencer, viu o Náutico triunfar em seu compromisso e empurrar os alvinegros para o Z4, na 17ª posição. O CSA, com 52 pontos, patinou na chance de chegar ao G4.

Figueirense, de Vitor Mendes e CSA, de Paulo Sérgio; empate ruim para os dois. Foto: Cristiano Andujar/Ishoot/Estadão ConteúdoFigueirense, de Vitor Mendes e CSA, de Paulo Sérgio; empate ruim para os dois. Foto: Cristiano Andujar/Ishoot/Estadão Conteúdo

História do jogo

Figueirense e CSA chegaram para o duelo em condições opostas na tabela de classificação. Ainda que cada um na sua, o desejo e a necessidade dos três pontos era proporcional no gramado do estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Pouco antes da bola rolar, o que até havia tardado na última rodada: o Náutico, adversário direto, batera o Paraná Clube por 2 a 1 e empurrara os alvinegros até a 17ª colocação, mais uma vez, no Z4 da Série B.

No lado oposto da tabela o CSA, às portas do G4, viu adversários diretos vencerem, entre eles, o Avaí que visitou o Brasil, venceu por 1 a 0 e retorna a Florianópolis com o direito de sonhar com uma vaga a elite do futebol em 2021.

Muita intensidade

A primeira etapa foi de um jogo muito intenso no parelho gramado do estádio Orlando Scarpelli. Se alguém de fora, sem acompanhar o futebol da Série B, visse o encontro diria que era uma partida de duas partidas em busca de um mesmo objetivo.

Não chega ser uma meia verdade uma vez que ambos entraram necessitando dos três pontos: um para fugir do Z4 e outro para ingressar no G4.

O fato é que, apesar do apetite das duas equipes, o placar ficou em branco.

Foram, pelo menos, duas chances reais para as duas equipes que foram incompetentes frete as redes.

Segunda etapa

Os primeiros 15 minutos da segunda etapa começaram semelhantes. O Figueirense, apesar da marcação alta do CSA, encarou o time alagoano de igual para igual tanto na intensidade como na busca pelo gol.

O gás, como fora previsto pela cobertura do nd+, começou a faltar. Os técnicos mexeram nas equipes mas o placar teimava em ficar inalterado.

E se manteve assim, até o término da partida. Ruim para os dois times.

Próxima parada

O Figueirense volta a campo já na próxima terça-feira (12) para um duelo local com a Chapecoense, em Chapecó, às 21h30.

Já o CSA, no mesmo dia porém mais cedo, vai a Curitiba encarar o Paraná Clube.

FICHA TÉCNICA

Figueirense: Rodolfo Castro; Thiaguinho, Guilherme Tiago, Vitor Mendes (Brunetti) e Renan Luís; Arouca, Matheus Neris (Alemão) e Guilherme Teixeira (Davi Kuhn); Bruno Michel (Erison), Lucas Barcelos (Itinga) e Diego Gonçalves. Técnico: Lucas Matheus.

CSA: Matheus Mendes; Norberto, Cléberson, Luciano Castán e Diego Renan; Cedric, Gabriel (Rodrigo Andrade) e Nadson (Yago); Rafael Bilu (Andrigo), Pimpão e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Mozart.

Gols:

Cartões amarelos: Nonato, Everton Santos (FIG); Cléberson, Rodrigo Pimpão, Paulo Sergio (CSA)

Arbitragem: Leo Simão Holanda (CE); auxiliado por Naílton Júnior de Sousa Oliveira (CE) e Eleutério Felipe Marques Júnior (CE).

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). Data: 08/01/21. Hora: 21h30.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo

Lances da partida

+

Figueirense