Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Certo, treinador. Nada de poupar jogadores para jogos importantes

O treinador Márcio Coelho já deu o recado: não vai preservar jogadores na partida deste sábado(15) diante do Marcílio Dias em Itajaí, mesmo sabendo que volta a jogar na próxima terça diante do Vitória do Espírito Santo pela segunda fase da Copa do Brasil.

Está correto o jovem treinador. O jogo vale a liderança do estadual, é importante.

E um outro bom motivo é o foco no entrosamento. E isso somente se adquire  com jogos, com bola rolando. E outra, os jogadores são atletas, treinam diariamente a parte física. Se não aguentam jogar no sábado e na terça (a mesma distância de um jogo no domingo e quarta) que troquem de profissão.

Ah, senhor Fábio Machado, mas se o resultado positivo não aparecer o colunista vai reclamar.

Sim, mas tanto o resultado como a análise técnica da partida fazem parte do jogo – é ganhar ou perder.

Não existe bobagem maior do que pensar no jogo seguinte, sem ter garantido primeiro os três pontos da partida que se preparou durante a semana.

Aliás, foi uma semana cheia só de treinamentos. Nada de poupar ninguém.