Contra a mala branca e o CRB: Figueirense decide a vida em Alagoas

CRB e Figueirense jogam, em Maceió, onde o duelo vale mais para o Figueirense que para o CBR; Jorginho já alertou as dificuldades e a possibilidade de mala branca no time alagoano

O Figueirense encara o CRB, nesta terça-feira (19), a partir das 19h15 no estádio Rei Pelé, em Alagoas. O duelo, se vale pouco para o time da casa, para o Furacão vale muito já que a briga contra a degola não terminou.

Jogadores do Figueirense em preparação para o duelo decisivo contra o CSA – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgaçãoJogadores do Figueirense em preparação para o duelo decisivo contra o CSA – Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação

O Furacão do Estreito aplicou 3 a 0 no Brasil-RS, na última rodada. Foi a melhor atuação da equipe alvinegra de Florianópolis sob o comando do técnico Jorginho e, talvez, na temporada – que apesar de ser 21, ainda é tratada como 20.

O fato é que já ficou para trás e a necessidade do resultado se mantém, agora, nessa que é a 35ª rodada da Série B. Esse recado foi dado pelo técnico alvinegro, logo após a vitória, onde ele lembrou que a situação do clube “é muito difícil”.

Mala branca

Entre as inúmeras dificuldades que espera encontrar, em Maceió, o técnico Jorginho destacou uma possível “mala branca” dos adversários que lutam com o Figueirense contra o rebaixamento para o CRB.

“A viagem (até Maceió) é mortal. Gramado alto e contra um time que sabe jogar, que tem chance de classificar, que perdeu na última rodada e vai vir bravo. Além disso, possivelmente vai ser oferecido um dinheiro para ganhar de nós. Todos os problemas nós sabemos”, disse Jorginho.

A “mala branca” é um incentivo financeiro dado por algum time para outro vencer determinada partida. E costuma aparecer nas retas finais dos campeonatos.

Para o jogo contra o CRB, pela 36.ª rodada, Jorginho não poderá contar com o zagueiro Guilherme Thiago, que lesionou o joelho ainda no início do duelo contra o Brasil de Pelotas, no qual o Figueirense ganhou por 3 a 0. Alemão deve ser o substituto. No meio, Matheus Neris pode aparecer no lugar de Geovane.

Faltando três rodadas para o fim da Série B, o Figueirense está na 15.ª colocação, com os mesmos 39 pontos de Náutico e Vitória, mas na frente por causa dos critérios de desempate. O time baiano é o primeiro integrante da zona de rebaixamento.

Roberto Fernandes vai escalar a base titular do CRB no jogo da próxima terça contra o Figueirense, às 19h15. Ele não contou com três atletas na quinta, contra o Operário-PR: o meia Diego Torres, o zagueiro Ewerton Páscoa e o lateral-esquerdo Igor.

O treinador disse na coletiva que o CRB ainda não está garantido no Brasileiro. Para ficar tranquilo, segundo Fernandes, ainda precisa aumentar ou manter em oito pontos a diferença para o Z-4. Hoje, o time tem 46 pontos e está na 12ª colocação.

FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA

CRB: Edson Mardden; Reginaldo, Gum, Ewerton Páscoa e Igor; Claudinei, Wesley (Régis) e Diego Torres; Hyuri, Luidy e Lucão. Técnico: Roberto Fernandes.

Figueirense: Rodolfo Castro; Everton Santos, Alemão, Vitor Mendes e Renan Luís; Matheus Neris, Patrick e Dudu; Bruno Michel, Itinga e Diego Gonçalves. Técnico: Jorginho.

Local: estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). Data: 19/01/21. Hora: 19h15.

Arbitragem: Vinicius Gomes Amaral (RS); auxiliado por Lucio Flor (RS) e Tiago Augusto Diel (RS)

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Figueirense