Em casa, Figueirense quer confirmar boa impressão da estreia na Série B contra o Náutico

Furacão do Estreito deve repetir a formação que venceu o Goiás, no Serra Dourada, na primeira rodada

O Figueirense quer confirmar a boa impressão da estreia na Série B no primeiro jogo diante de sua torcida, neste sábado, contra o Náutico, em duelo válido pela segunda rodada da competição. Após bater o Goiás por 1 a 0 no Serra Dourada, o Furacão do Estreito mira a segunda vitória consecutiva em outro confronto direto para emplacar uma sequência positiva neste início da Segundona e se manter nas primeiras colocações.

Jorge Henrique foi o camisa 10 do Figueirense contra o Goiás e deve ter mesma função diante do Náutico - Luiz Henrique/Figueirense FC
Jorge Henrique foi o camisa 10 do Figueirense contra o Goiás e deve ter mesma função diante do Náutico – Luiz Henrique/Figueirense FC

Com máxima em time que está ganhando não se mexe, o técnico Márcio Goiano deve repetir a escalação da estreia. “O futebol tem algumas coisas que a gente acaba se apegando, mas é muito importante dar sequência ao grupo que inicia, até porque dá mais confiança e o resultado em si acaba afirmando isso. O jogo contra o Goiás foi um bom jogo, boa postura, mas o mais importante desse primeiro jogo é que foi apenas o primeiro jogo. Sempre falamos que precisamos de alguns jogos para que a equipe se entrose, se conheça mais, então essa vitória foi muito importante. Agora é viver o próximo jogo, um jogo decisivo, principalmente em função de que quando se soma pontos fora de casa acaba sendo muito importante o próximo jogo. Temos uma decisão contra o Náutico e esperamos fazer um bom jogo para ter essa sequência positiva”, projetou o treinador que teve uma semana para trabalhar e acertar o time para o duelo com o Timbu.

Com problemas de salários atrasados, o Náutico tem jogadores conhecidos do torcedor alvinegro, como o meia Maylson, que jogou no Figueirense em 2013, e o zagueiro Nirley, que defendeu o clube do Estreito nas quatro últimas temporadas. O Timbu vem de dois empates consecutivos, 0 a 0 com o América-MG, na estreia da Série B, e 1 a 1 com o Santa Cruz na disputa do terceiro lugar do Campeonato Pernambucano. “A gente viu a estreia do Náutico e o jogo contra o Santa Cruz, com um grupo na sexta e outro na terça-feira. É um grupo mesclado com jovens e jogadores experientes que a gente conhece. O Anselmo entrou no jogo na terça e fez o gol, o Maylson, que esteve aqui, é um meia que entrou nesse último jogo. Pode ser que aconteça algumas mudanças, mas independente do Náutico temos que nos impor dentro de casa. Sabemos que vamos correr riscos tanto em casa quanto fora porque a nossa postura não vai ser só defensiva. Não adianta só defender, temos que buscar o gol, mas com cautela, com tranquilidade”, avaliou o comandante alvinegro.

Ficha técnica

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Data: 20/5/2017. Horário: 16h30. Arbitragem: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ), auxiliado por Wendel de Paiva Gouveira (RJ) e Thiago Rosa de Almeida (RJ). 

Figueirense

Thiago Rodrigues; Dudu, Bruno Alves, Leandro Almeida e Iago; Zé Antônio, Dudu Vieira e Jorge Henrique; Robinho, Luidy e Henan. Técnico: Márcio Goiano.

Náutico

Jefferson; David, Tiago Alves, Nirley e Manoel; Darlan, Rodrigo Souza, Cal Rodrigues (Maylson), Jefferson Nem e Erick (Anselmo) e Alison. Técnico: Waldemar Lemos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...