Expulsão de Hiroshi foi determinante para empate do Figueira no Acre, diz Vinícius Eutrópio

"Se tivéssemos mantido onze contra onze, poderíamos ter saído com a vitória

O Figueirense conseguiu empatar fora de casa, mas o resultado está longe de alegrar os torcedores. Isso porque, diante de um adversário frágil(Plácido de Castro), a expectativa era que o Alvinegro conseguisse a vitória e a classificação automática para a próxima fase da Copa do Brasil, eliminando o jogo de volta. Segundo Vinícius Eutrópio, o motivo do tropeço foi a expulsão de Hiroshi, ainda no primeiro tempo.

“Mudamos os planos com a expulsão. Se tivéssemos mantido onze contra onze, poderíamos ter saído com a vitória. Foi um bom primeiro tempo, caímos de rendimento com a expulsão, mas depois nos recuperamos”, explicou Eutrópio.

:: Hiroshi é expulso e Figueirense fica no 0 a 0 com Plácido de Castro

Marco Santiago/Arquivo ND

Após partida pela Copa do Brasil, Eutrópio foca no Catarinense

De acordo com Eutrópio, o cartão vermelho poderia ser evitado. O comandante alvinegro lembrou, em entrevista coletiva, que o jogador precisa ser inteligente e evitar lances bobos que podem resultar em expulsão.

“No vestiário pedimos aos jogadores fazeram a leitura do jogo, como a partida está correndo, como o árbitro está apitando”, disse.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...