Figueira desafia a distância, o cansaço e o Luverdense na Copa do Brasil

Furacão joga no Mato Grosso para buscar quase R$1,5 milhão e uma vaga na próxima fase da competição mais rica e democrática do País

O Figueirense entra em campo nesta quarta-feira (20) pela segunda fase da Copa do Brasil 2019, contra o Luverdense, em Lucas do Rio Verde (MT), às 19h15. O duelo vale uma vaga na próxima etapa da competição e, mais que isso, coloca em jogo um bônus de quase R$ 1,5 milhão ao time que avançar. Diferente da fase anterior, em caso de empate, a decisão da vaga vai para os pênaltis.

A Copa do Brasil é milionária e admitiu esse caráter na edição passada. Também por isso, causou certa revolta no bairro do Estreito a proximidade das datas, ao menos para o Figueirense, entre a primeira e a segunda fase. Há menos de uma semana o clube esteve em função de uma viagem para o interior do Rio de Janeiro, no município de Saquarema (RJ). De lá para cá passou no Oeste de Santa Catarina onde empatou com a Chapecoense, em Chapecó. Nesse momento já está no Centro-Oeste do País para o duelo marcado para o estádio municipal Passo das Emas.

“Na questão dessas viagens a equipe já está um pouco cansada, mas é normal a gente ter essas maratonas, mas essa para Lucas do Rio Verde pegou todos de surpresa. Tudo estava marcado para a gente jogar contra o Marcílio [Dias, pelo término do 1º turno] e, de repente, em uma sexta-feira, mudaram tudo. Eles não entendem que viajar com 30, 40 pessoas é uma logística difícil e também não é um lugar fácil de chegar. Enfim, temos que superar isso para que a gente possa fazer um grande jogo”, protestou o goleiro Denis, em entrevista coletiva ainda na segunda-feira, antes do embarque para o Mato Grosso.

Para o duelo o técnico Hemerson Maria não deve ter mais problemas. Com exceção do zagueiro Alemão, de fora por lesão, o técnico terá todo o grupo a disposição. Também pela proximidade da partida, o comandante alvinegro lançou um time com sete alterações, na última aparição da equipe, em função das longas distâncias percorridas na última semana.

“Até o campeonato Catarinense fica bagunçado, nós vamos jogar contra o Criciúma no domingo, que será um jogo do returno sem terminar o turno então fica muito bagunçado. A gente poderia ter um espaço maior”, acrescentou o arqueiro e único atleta, junto com Pereira, que disputou todas as partidas do Furacão até o momento.

Pelo lado do time mato-grossense a expectativa é semelhante a do Figueirense, ao menos, no aspecto financeiro. Atualmente o time é 7º colocado no campeonato local e disputa a Série C do futebol nacional já que foi rebaixado em 2017.

Ficha técnica:

Luverdense: Edson Barreto; Da Silva, Hélder Maciel, Lucas Gama e Taygor; Moisés, Fabiano e Hélder Ribeiro; Lucas Braga, Igor Goulart e Lucas Cassiano. Técnico: Júnior Rocha.

Figueirense: Denis; Kauê, Pereira, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio, Betinho, Patrick (Júlio Rusch), Yuri e Alípio; Matheus Lucas. Técnico: Hemerson Maria

Local: estádio Municipal Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)

Data: 20/02/19

Hora: 19h15

Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto (SP); com Miguel Catáneo Ribeiro Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP).

Denis, goleiro titular do Figueirense – Luiz Henrique/Figueirense/divulgação/NDDenis, goleiro titular do Figueirense – Luiz Henrique/Figueirense/divulgação/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...