Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Figueirense: 7 gols sofridos em 2 jogos. Nenhuma consistência tática e muitas preocupações

Desclassificação do campeonato estadual e estreia horrorosa do Figueirense na série B. Time perdido, sem consistência tática e muitas preocupações.

Defesa do Figueirense pratica o “isolamento social”, ninguém marca ninguém. – Foto: Patrick Floriani/FFC/Divulgação/ND

O Figueirense conseguiu a proeza de realizar dois jogos horrorosos seguidos. E o pior, é que entre essas duas partidas, não ocorreu nenhuma evolução tática, física ou técnica. Na goleada sofrida para o Juventus na eliminação do estadual e na derrota para o Operário na estreia da Série B, se os placares fossem mais dilatados para os adversários, não seria nenhum exagero. A defesa do alvinegro continua praticado o “isolamento social”, ninguém marca ninguém. Para piorar, o treinador Márcio Coelho parece estar forçando a escalação de jogadores que estão entrando em campo mais com o nome do que propriamente com futebol. Preocupante.