Figueirense anuncia a demissão do técnico Márcio Goiano

Treinador não resistiu à sequência de resultados ruins na Série B, o último deles o empate em casa com o Criciúma

O técnico Márcio Goiano não resistiu à sequência de resultados ruins na Série B e deixou o comando do Figueirense. A diretoria alvinegra decidiu pela saída do treinador após uma reunião na manhã desta quarta-feira (14). O auxiliar técnico Édson Luís da Silva também deixa a comissão técnica da equipe do Estreito. 

Márcio Goiano segue pressionado no Figueirense - Marco Santiago/ND
Márcio Goiano deixa o Figueirense após campanha ruim no início da Série B – Marco Santiago/ND


Na Segundona, em sete jogos, foram duas vitórias nas duas primeiras rodadas, três derrotas consecutivas e dois empates, o último deles o 2 a 2 com o Criciúma, terça-feira, no Orlando Scarpelli. Campanha que deixa o Figueira na 14ª posição, a um ponto da zona de rebaixamento.

Ao todo, Goiano comandou o Furacão em 21 partidas nesta sua terceira passagem pelo time do Estreito. Foram apenas quatro vitórias, nove empates e oito derrotas, um aproveitamento de 33,33% dos pontos disputados.

Além da pressão pelos resultados, nos últimos dias, Goiano também precisou lidar com problemas extra-campo. Na sexta-feira, o zagueiro Marquinhos, um dos líderes da equipe, fez uma postagem em uma rede social criticando a falta de respeito do treinador. Na segunda, o defensor concedeu uma coletiva para explicar a publicação e disse que não havia diálogo com o então comandante e acabou sequer sendo relacionado para os dois últimos jogos.

Nesta quarta-feira, o Figueirense trabalha sob o comando do auxiliar técnico Márcio Coelho. O Furacão volta a campo nesta sexta-feira contra o Paraná, às 20h30, na Vila Capanema.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...