Figueirense e Criciúma duelam pela Série B no Orlando Scarpelli

Furacão não vence em casa há duas partidas e Tigre tenta emendar segunda vitória consecutiva para sair da zona de rebaixamento

Figueirense e Criciúma medem forças no clássico catarinense da Série B, nesta terça-feira (13), às 20h30, no Orlando Scarpelli. O Furacão do Estreito vem de um empate fora com o ABC e precisa voltar a vencer em casa após duas derrotas consecutivas em seus domínios – para Boa Esporte e Internacional – para retornar à parte de cima da tabela. Já o Tigre, que ganhou a primeira nesta Segundona diante do CRB, busca a segunda vitória consecutiva na competição para deixar a zona de rebaixamento.

Atacante Henan é a esperança de gols do Figueirense - Luiz Henrique/Figueirense F.C.
Atacante Henan é a esperança de gols do Figueirense – Luiz Henrique/Figueirense F.C.

O histórico de confrontos entre as duas equipes aponta vantagem do Criciúma. Em 172 jogos, foram 63 vitórias do Tigre, 52 empates e 57 triunfos do Figueirense. Em Campeonatos Brasileiros da Série B foram seis duelos, com apenas uma vitória do Alvinegro, duas igualdades e três triunfos do Carvoeiro.

Mas quando a bola rola no Orlando Scarpelli, o favoritismo passa para o lado do Figueira. No estádio do Estreito são 37 vitórias do Furacão, 28 empates e 22 triunfos do Criciúma. O torcedor alvinegro, aliás, tem boas lembranças do último duelo em Florianópolis: 4 a 2 para o Figueirense. Helder, duas vezes, Josa e Bruno Alves marcaram os gols do Figueira e Adalgiso Pitbull descontaram para o Tigre.

Com a reformulação do elenco do Figueirense para a disputa da Série B, apenas o goleiro Thiago Rodrigues, o lateral-direito Dudu e o zagueiro Bruno Alves seguem como titulares da equipe. O técnico Márcio Goiano deve repetir o time que empatou com o ABC em Natal, com exceção de Iago no lugar de Julinho, na lateral esquerda. A principal esperança de gols do Furacão está na dupla de ataque formada por Henan e Robinho. Os dois balançaram as redes contra o ABC e dividem a artilharia do Furacão com três tentos cada.

Já o técnico Luís Carlos Winck teve duas baixas por suspensão – Diogo Mateus e Caio Rangel receberam o terceiro amarelo contra o CRB – e confirmou Maicon Silva na lateral direita e Silvinho no ataque.

Ficha técnica

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Data: 13/6/2017. Horário: 20h30. Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP), auxiliado por Rogério Pablos Zanardo (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP).

Figueirense                                                         

Thiago Rodrigues; Dudu, Bruno Alves, Naylhor e Iago; Zé Antônio, Dudu Vieira e Jorge Henrique; Joãozinho, Robinho e Henan. Técnico: Márcio Goiano.

Criciúma

Luiz; Maicon Silva, Raphael Silva, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Jocinei e Douglas Moreira; Fabinho Alves, Zé Roberto e Silvinho. Técnico: Luís Carlos Winck.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...