Figueirense perde para o lanterna Oeste e se afasta da zona de classificação da Série C

Furacão do Estreito viu distância para o G4 aumentar para seis pontos e o sonho do acesso ficar ainda mais longe

O Figueirense perdeu para o Oeste por 2 a 1 na manhã deste domingo, em jogo válido pela 11ª rodada da Série C. Como resultado, o Furacão do Estreito viu a distância para o G4 aumentar para seis pontos. Além disso, mantém o tabu sem vitórias fora de casa.

Luis Ricardo com a bola e com a camisa de listra do FigueirenseFigueirense perde para o lanterna Oeste e se afasta da zona de classificação da Série C – Foto: Alex Caús/Oeste/ND

Enquanto o Figueirense buscava encostar no pelotão da frente, o Oeste entrou para vencer a primeira na competição e ganhar um fôlego na briga contra o rebaixamento.

Com bola rolando, ambas as equipes demonstraram que o empate não era uma opção. O Alvinegro criou, no mínimo, duas grandes possibilidades para abrir o marcador, mas parou no chute ruim de Andrew e na brilhante partida do goleiro Fernando Henrique, ex-Flumimense.

No entanto, foi o Rubrão quem abriu o placar aos 35 minutos da primeira etapa. Na ocasião, Luizinho aproveitou a confusão dentro da área e ficou com a sobra para colocar os donos da casa na frente.

Na volta do intervalo, mais uma vez, o Figueirense foi quem levou perigo ao gol adversário. João Paulo, que entrou no lugar de Dener, arriscou o chute de longe e assustou o goleiro do Oeste.

Os 45 minutos finais seguiram o roteiro do primeiro tempo. Mesmo com o Alvinegro tomando atitude, o Oeste ampliou o placar aos 10 minutos. Após cruzamento de Luis Ricardo, Deivid aproveitou a oportunidade e mandou a bola para o fundo do gol.

O Figueirense não desistiu da partida e seguiu na briga por diminuir o placar. Enquanto João Paulo arriscava os chutes de fora, Fernando Henrique seguia fechando a meta.

Se aproximando dos 10 minutos finais, Rodrigo Sam, do Oeste, fez falta dura em André Krobel e levou o vermelho.

Já aos 46 minutos, Bruno Paraíba recebeu na entrada da área e mandou um chute forte para diminuir o marcador. Dois minutos depois, Bassani ainda desperdiçou uma chance clara de empatar, mas o chute foi por cima do gol.

Com a derrota, o Figueirense permanece com 13 pontos, na 7ª colocação, sendo seis pontos abaixo do Botafogo-SP, primeiro clube dentro da zona de classificação para a próxima fase. Caso o Criciúma derrote o São José-RS, a distância pode aumentar para sete pontos.

O Oeste conquistou a primeira vitória na competição e soma seis pontos, ficando cinco atrás do São José-RS, primeira equipe fora da zona do rebaixamento.

O Furacão do Estreito enfrenta o Paraná, na próxima segunda-feira (16), às 20h, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. O Rubrão recebe o Novorizontino, no domingo (15), às 11h, na Arena Barueri, em Barueri (SP).

FICHA TÉCNICA

Oeste: Fernando Henrique; Luís Ricardo, Rodrigo Sam, Sandoval e Salomão Alison (Victor Lisboa), Robertinho (Marcinho), Luizinho e Léo Arthur (Bruno Miguel); Zeca (De Paula) e Deivid (Léo Ceará). Ténico: João Brigatti.

Figueirense: Rodolfo Castro; André Krobel, Rayne, Guilherme Teixeira e Denner Barbosa (Khevin0; Dener Pinheiro (João Paulo), Oberdan e Rodrigo Passani; Diego Tavares (Roberto), Andrew (Everton Brito) e Giva (Bruno Paraíba). Técnico: Jorginho.

Gols: Luizinho (35/1T), Deivid (10/2T) e Bruno Paraíba (46/2T).

Cartões amarelos: Zeca (OES), Luís Ricardo (OES), Salomão (OES), Sandoval (OES), Alison (OES), Rodrigo Sam (OES), Victor Lisboa (OES) e De Paula (OES); Oberdan (FIG) e André Krobel (FIG).

Cartão vermelho: Rodrigo Sam (OES).

Arbitragem: O responsável por apitar a partida foi Alinor Silva da Paixão (MT). Os auxiliares foram Marcelo Grando (MT) e  Gislan Antonio Garcia da Silva (MT).

Local: Arena Barueri, Barueri (SP).

Data e horário: Domingo (8), às 11h.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...