Figueirense tem mais três jogadores à disposição para o meio-campo

Carlos Alberto, Bady e Dodô podem aparecer no jogo contra o Metropolitano

Luiz Henrique/Figueirense/ND

Carlos Alberto treinou com bola normalmente

 

O Figueirense fez 12 jogos nes­te ano, contando com os amistosos da pré-temporada (Inter de Lages e Metropolitano), e foram raros os momentos em que o meio de cam­po funcionou. O problema, que vem se arrastando desde 2015, pode estar próximo de ter solução. Para o confronto desta quinta-feira, contra o Metrô, em Jaraguá do Sul, o treinador Vinícius Eutró­pio poderá contar com outros dois atletas da posição: Bady e Dodô. Carlos Alberto, que voltou a trei­nar com bola ontem, no CFT do Cambirela, em Palhoça, também pode aparecer no time.

Apresentado ontem, Bady, emprestado pelo Atlético-PR, ain­da não atuou em jogos oficiais na temporada. Recuperado de uma lesão no púbis, o meia não tem condição de suportar os 90 minu­tos, mas se colocou à disposição do técnico para entrar em campo já nesta quinta-feira. Dodô vinha jogando pelo Atlético-MG e larga na frente do colega na disputa de uma vaga no time titular. “Inde­pendente da função que o pro­fessor me colocar, seja um pouco mais na frente ou recuado, espero fazer o meu melhor e ajudar. O número da camisa não influencia, mas gosto de jogar na função de 10”, afirmou Bady.

Existe ainda a possibilidade de o Alvinegro contratar mais jogador para o setor de meio de campo. O volante Elicarlos, de 30 anos, que está no Náutico, inte­ressa. Em 2015, o atleta trabalhou com Eutrópio na Chapecoense. O técnico disse que outros reforços devem chegar, sem citar nomes. “A diretoria antecipou um plane­jamento que era para maio. Virão mais jogadores para dar experiên­cia e uma qualificada na equipe. Temos tudo mapeado, mas pre­firo não falar para que posições e jogadores possam se concretizar”, declarou. O treinador já poderia contar com Ortega, mas o clube ainda não regularizou o colom­biano emprestado pelo Londrina.

Reunião e protesto

O Conselho Deliberativo do Figueirense se reúne na noite de hoje, no Memorial do Orlando Scarpelli, para pedir esclarecimentos ao presidente Wilfredo Brillinger do andamento das negociações com a empresa de gestão do futebol profissional, além de apreciar o orçamento de 2016. A venda do atacante Clayton para o Atlético-MG também deve estar na pauta. Antes do encontro, torcedores farão um protesto fora do estádio pedindo a renúncia do mandatário. A manifestação foi organizada pelo Movimento Transparência Alvinegra, que chegou a montar uma chapa de oposição, mas não disputou as eleições para a presidência, em dezembro de 2014.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Figueirense

Loading...