Jorginho descarta pedir demissão após eliminação do Figueirense no Estadual

Treinador citou o carinho que tem pelo clube e a reformulação do elenco para a temporada; Figueirense volta a jogar apenas no fim de maio

O cronômetro marcava 48 minutos do segundo tempo quando o atacante PH, do Hercílio Luz, estufou as redes do Joinville, no estádio Aníbal Costa, em Tubarão, na noite desta quarta-feira (21). O gol garantiu a vitória por 4 a 3 e, de quebra, a vaga no mata-mata do Campeonato Catarinense, uma vez que o Figueirense ficou no 0 a 0 com o Marcílio Dias em Florianópolis.

Jorginho rechaçou a hipótese de pedir para deixar o cargo – Foto: Patrick Floriani/FFCJorginho rechaçou a hipótese de pedir para deixar o cargo – Foto: Patrick Floriani/FFC

A vitória do Leão do Sul fez o Furacão cair para a nona posição da tabela, fora da zona de classificação para as fases finais. Foram apenas duas vitórias do Alvinegro em 11 jogos, pouco mais de 33% de aproveitamento. Um time em formação após o rebaixamento à Série C do Brasileirão que, no contexto geral, acabou jogando pouco futebol.

Com a eliminação, o Figueirense terá pouco mais de um mês sem partidas oficiais. A equipe volta a campo apenas no dia 29 de maio, na estreia da Série C do Campeonato Brasileiro contra o Novorizontino.

Após a partida desta quarta-feira, Jorginho falou sobre a reestruturação da equipe já visando a competição nacional. “Foi um esforço total da direção para contratar jogadores dentro da realidade do clube. Espero que possamos fazer melhor do que foi até aqui. Não sei quem vai ficar, vamos analisar”, avaliou o técnico.

Questionado se deixaria o cargo após os maus resultados, o comandante falou sobre o carinho que tem pelo clube e disse ter vontade de continuar.

“Não tem porque [sair], a não ser que parta da direção, o que não acho que seja o caso. Já recebi sondagens de um clube de São Paulo e não fui. Quero que tenham ciência de quem é o Jorge, a pessoa, que é muito responsável e honra seus compromissos”, afirmou.

Raio x da campanha do Figueirense no Estadual:

  • Quarto melhor ataque da competição ao lado do Hercílio Luz – 12 gols
  • Quinta melhor defesa da competição – 11 gols sofridos
  • Artilheiros: Khevin, Breno, Marllon e Lincon – 2 gols
  • Duas vitórias contra Concórdia e Hercílio Luz (ambas por 3 a 0)
  • Cinco empates
  • Quatro derrotas (Avaí, Juventus, Chapecoense e Próspera)

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Figueirense