Fábio Machado

fabio.machado@ndmais.com.br Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Mais uma despedida melancólica na temporada. A dura realidade do Figueirense

Apesar da reação no returno, a realidade é que o Figueirense nem passou da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C, da terceirona do futebol brasileira.

Figueirense perde mais uma vez na Série C. – Foto: Patrick Floriani/FFCFigueirense perde mais uma vez na Série C. – Foto: Patrick Floriani/FFC

DESPEDIDA MELANCÓLICA DO FIGUEIRENSE

O Figueirense se despede amanhã da série C de 2021 jogando contra o Criciúma no estádio Orlando Scarpelli, jogo marcado para às 17h00. Uma despedida melancólica, sofrida. E nem a famosa frase feita “vamos jogar pela honra, pela camisa” serve para apagar a frustração geral de uma grande e apaixonada torcida. O momento é de desânimo, como tem sido as derrotas, os fracassos e as eliminações da equipe nas últimas competições. No próximo ano, mais uma vez o furacão vai ter que encarar a “terceirona” do futebol brasileiro. E essa é uma dura realidade.  Mesmo que a equipe tenha tentado uma reação no segundo turno, a realidade é que nem para avançar à segunda fase o Figueirense conseguiu. Se não fosse a Copa SC para movimentar o elenco, o ano terminaria no dia 25 de setembro, como ocorria no calendário do clube nos anos das décadas de 1980 e 1990. Uma decepção. E para sair desta situação não existe milagres, não existe fórmula mágica. E sim muito trabalho, paciência e resiliência.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...