Fábio Machado

fabio.machado@ndmais.com.br Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Mas afinal, Jorginho merece ( e deve) permanecer no Figueirense?

Se for para levar em conta apenas os resultados, não deveria ficar. Mas se o momento do clube for levado em conta, a situação muda?

Jorginho elogiou a postura do Figueirense após a partida – Foto: Reprodução/YouTubeJorginho elogiou a postura do Figueirense após a partida – Foto: Reprodução/YouTube

Jorginho merece permanecer no Figueirense?

Mas afinal, Jorginho merece permanecer no Figueirense, mesmo diante de tantos insucessos? Com contrato até o final do ano e querendo continuar como treinador por “causa da tradição da camisa alvinegra” vale algumas considerações. Antes é preciso fazer uma constatação ruim para o torcedor. Até o momento, Jorginho apenas colecionou derrotas, rebaixamento e eliminações. No campeonato brasileiro, uma queda na série B e uma eliminação na série C com uma rodada de antecedência, ainda na primeira fase. No estadual, um feito inédito: uma dupla eliminação da competição no mesmo ano. E para finalizar, a derrota logo na primeira rodada da Copa do Brasil. Ou seja, em termos de resultados práticos, rendimentos e a cultura imediatista do futebol brasileiro, o professor já era para ter sido demitido há algum tempo. Mas em sua defesa, está o momento crítico da instituição, o projeto de retomada. Nesse caso, Jorginho então seria a pessoa certa no momento errado e no lugar errado? Caro torcedor e cara torcedora do Alvinegro, qual é a sua opinião? 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...